Meteorologia

  • 17 OUTUBRO 2021
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 23º

Edição

Líder do OnlyFans fala sobre polémica. "Não tive escolha"

A empresa anunciou recentemente a decisão de banir conteúdo sexualmente explícito.

Líder do OnlyFans fala sobre polémica. "Não tive escolha"

O CEO do OnlyFans, Tim Stokely, concedeu uma entrevista ao Financial Times (via Business Insider) onde falou sobre a remoção de conteúdo sexualmente explícito da plataforma, decisão que foi recebida com críticas e polémica entre os criadores de conteúdos.

A OnlyFans foi fundada em 2016 e, desde então, tem sido usada por trabalhadores sexuais para partilharem conteúdo com os respetivos seguidores pagantes. No entanto, Stokely explica que bancos como o Bank of New York Mellon e a JPMorgan Chase estavam a criar obstáculos ao pagamento destes trabalhadores sexuais.

No final, o líder do OnlyFans admitiu que “não teve escolha”.

“A JPMorgan Chase é particularmente agressiva em fechar as contas de trabalhadores sexuais… ou de qualquer empresa que apoie trabalhadores sexuais”, notou Stokely, explicando que a situação estava a “tornar difícil pagar aos criadores” do OnlyFans.

Leia Também: OnlyFans quer encontrar solução para trabalhadores sexuais

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório