Meteorologia

  • 01 JUNHO 2020
Tempo
23º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

Organização Mundial de Saúde recomenda videojogos em tempos de quarentena

Foi há um ano que a OMS categorizou o vício em videojogos como uma doença mental.

Organização Mundial de Saúde recomenda videojogos em tempos de quarentena

Com mais tempo do que o habitual passado em casa devido à pandemia de Covid-19, muitas pessoas podem ter dificuldade em manterem-se ocupadas por longos períodos. Além da crise sanitária, a saúde mental é fonte de preocupação para as entidades de saúde e, de acordo com os especialistas, passar o tempo com videojogos pode ser uma boa forma de se manter ocupado.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) está a apoiar uma iniciativa promovida por 18 empresas de videojogos para incentivar passar o tempo com videojogos. Como nota o Business Insider, jogar pode ser uma forma eficaz de isolamento ao mesmo tempo que mantém as pessoas a socializar à distância.

“Nunca foi tão crítico garantir que as pessoas continuam conetadas umas com as outras. Os videojogos são a plataforma perfeita porque ligam as pessoas através das lentes de alegria, propósito e significado. Estamos orgulhosos por participar numa iniciativa tão necessária”, pode ler-se no comunicado do CEO da Activision Blizzard, Bobby Kotick.

De notar que, apesar deste apoio, foi há um ano que a OMS categorizou o vício em videojogos como uma doença mental. Assim, fique claro que, apesar de os videojogos serem uma forma válida e viável de estar isolado enquanto socializa, também podem ser prejudiciais quando em demasia.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório