Meteorologia

  • 21 SETEMBRO 2019
Tempo
20º
MIN 17º MÁX 22º

Edição

Twitch. Antigo canal de 'Ninja' usado para promover pornografia

Tyler ‘Ninja’ Blevins abandonou a plataforma e assinou um contrato exclusivo com Mixer da Microsoft. O ‘stramer’ deixou entretanto uma mensagem a propósito da situação.

Twitch. Antigo canal de 'Ninja' usado para promover pornografia

Tyler ‘Ninja’ Blevins deu recentemente que falar por ter abandonado o Twitch e ter assinado um acordo de exclusividade para transmitir as suas sessões de ‘Fortnite’ apenas na plataforma Mixer da Microsoft. O ‘streamer’ volta agora a ser motivo de conversa por ter sido transmitida pornografia no seu antigo canal no Twitch.

Entretanto abandonado por ‘Ninja’, o canal no Twitch ainda tem mais de 14 milhões de seguidores e tem sido usado na plataforma para promover outras transmissões populares de Fortnite. Foi precisamente uma das transmissões que acabou por ser de um vídeo pornográfico que, na altura, estaria (compreensivelmente) entre as mais populares.

Consciente do que o caso poderia fazer à sua imagem e marca, Blevins partilhou um vídeo no Twitter onde, além de se ter afastado da situação, deixou ainda desculpas por o respetivo canal no Twitch ainda estar ativo. O ‘streamer’ indica ainda que vai procurar encerrar o antigo canal.

Entretanto, o CEO do Twitch, Emmett Shear, publicou no Twitter uma explicação sobre o sucedido e afirmou que “conta em questão foi suspensa em definitivo”. “Numa nota mais pessoal, gostava de pedir desculpa pelo que aconteceu diretamente ao ‘Ninja’. Não era nossa intenção mas não devia ter acontecido. Não há desculpas”, escreveu Shear.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório