Meteorologia

  • 17 OUTUBRO 2017
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 16º

Edição

Marcello Caetano foi "um político honrado, patriota, competente"

O ex-Presidente do Conselho de Ministros Marcello Caetano (1906-1980) foi "um político honrado, patriota, esforçado, competente [e] também injustiçado", defende Joaquim Silva Pinto, no seu livro "De Marcelo a Marcelo. Caminho de Pedras Soltas".

Marcello Caetano foi "um político honrado, patriota, competente"
Notícias ao Minuto

15:43 - 31/07/17 por Lusa

Política Silva Pinto

Sobre a obra, editada pela Gradiva, afirma Joaquim Silva Pinto, que parte do Governo de Marcello Caetano (1968-1974), do qual fez parte, "até ao contexto atual da vida portuguesa, onde se distingue outro Marcelo" [Rebelo de Sousa], atual Presidente da República.

O autor faz, aliás, referência à sua experiência governativa como fonte da obra. No prefácio esclarece: "Os relatos sobre a personalidade de Duarte Pacheco, o relevo comparativo do Ministério das Obras Públicas com outros departamentos do Estado e as atitudes de Américo Tomás e Salazar são reprodução rigorosa do que se apurou quando do exercício como subsecretário naquele ministério".

A atual obra "encerra a referência à fase mais prolongada da vida do autor", que "pela confiança de Marcello [Caetano]", "aos 33 anos, entrou para o executivo, conhecendo de 1968 a 1974 as aspirações, realizações e frustrações próprias de quem experimenta os desafios da governação".

Joaquim Silva Pinto já editou outras obras sobre o período final do governo de Oliveira Salazar e do seu sucessor, Marcello Caetano, designadamente "Do Pântano Não se Sai a Nado. Meias Verdades nos Consulados de Salazar e Caetano, no Contexto da Revolução de Abril e na Progressiva Consolidação Democrática" e "Portugal Desalento e Esperança", nas quais refere também várias personalidades com as quais lidou diretamente.

Neste novo livro, a experiência pessoal volta a ser um fator determinante na escrita de Silva Pinto, que adverte que relativamente a alguns capítulos, como "Preconceitos Vencidos", "ter-se-á ficado pelos 90% de veracidade, porque as funções da personagem central só vieram a ser exercidas pelo autor após o regresso a Portugal na década de 1980".

Segundo o autor, "não será difícil distinguir o que envolve informação do voluntarismo opinativo, neste caso, por definição subjetivo e discutível" e acrescenta que "não se foge ao estilo polémico, roçando o provocatório".

A obra "começa se pela dedicatória em defesa da memória do impecável Veiga Simão [ministro da Educação de 1970 a 1974], vexado pelo egoísmo defensivo do primeiro ministro de então".

"Continua-se com o choque relatado na 'Diáspora' entre conservadores/reacionários e gorados reformistas acusando-se mutuamente pelo surto revolucionário que agora a todos fazia padecer", afirma o autor referindo-se à revolução de 25 de Abril de 1974, que colocou fim a 41 anos de Estado Novo e a 48 de política autoritária, iniciada com o golpe militar de 28 de maio de 1926.

Silva Pinto, relatando o que viu e o que investigou, não deixa de recorrer à ficção nesta obra, como o recurso ao "fictício bispo de Bolonha, a fazer lembrar a maneira de ser e de estar, de quem todos perceberão mover-se nas entrelinhas", esclarece, acrescentando que "sempre que o testemunho assenta em factos reais, escreve-se na primeira pessoa do singular".

Joaquim Silva Pinto, de 81 anos, segundo nota biográfica da editora, fez parte dos "governos de Marcello Caetano dos 33 aos 39 anos, numa preocupação renovadora. Foi próximo de Melo e Castro e Pinto Leite e em 1975, passou a viver em Madrid, começando como empregado e evoluindo com sucesso nos meios empresarial e associativo".

Depois de regressar a Portugal em 1981, fez parte do Movimento de Apoio de Soares a Presidente e "voltou à política ativa durante cinco anos, sendo deputado à Assembleia da República e líder de bancada na Câmara Municipal de Oeiras, veio a afastar-se do PS em oposição frontal a Sócrates", e, atualmente, "prossegue a sua atividade empresarial como administrador nas áreas financeira e comercial".

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório