Meteorologia

  • 25 AGOSTO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Com este défice "a divergência continuará a ser insanável”

O deputado socialista Eurico Brilhante Dias defendeu que o aumento do défice prova que o Governo está a ir pelo caminho errado e que enquanto isso continuar a acontecer a divergência entre os dois principais partidos nacionais continuará "insanável".

Com este défice "a divergência continuará a ser insanável”

Pela voz de Eurico Brilhante Dias, o Partido Socialista reagiu à execução orçamental que aponta para um aumento do défice em 149 milhões de euros.

“Portugal hoje está em pior condições para cumprir as metas orçamentais, não pelas decisões do Tribunal Constitucional mas porque nos últimos três anos insistiu numa política errada. Por isso teve resultados que o PS sempre sinalizou”, afirmou, lembrando que “apesar dos cortes, dos aumentos dos impostos e da diminuição do Estado Social e das prestações sociais, o Governo falhou os seus objetivos orçamentais”.

Posto isto, refere, “hoje temos um país mais pobre, que paga mais impostos e tem menos prestações sociais, paga mais IRS e tem menos cuidados de saúde e educação, e paga mais IVA e IMI”.

O deputado socialista espera que os resultados da execução orçamental tornem claro o porquê do partido ‘rosa’ ter afirmado que havia uma divergência insanável com a maioria.

O país ao fim de três anos não resolveu os eu problema mas deixou todos os portugueses mais pobres. Talvez hoje os portugueses percebam a base da divergência insanável: o caminho é errado e produz resultados negativos. Enquanto assim continuar a divergência continuará a ser insanável”, concluiu.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório