Meteorologia

  • 13 ABRIL 2024
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 29º

JN e o DN já foram públicos. "Não se pode descartar essa possibilidade"

Declarações do secretário-geral do PCP.

JN e o DN já foram públicos. "Não se pode descartar essa possibilidade"
Notícias ao Minuto

12:23 - 10/01/24 por Natacha Nunes Costa

Política Paulo Raimundo

O secretário-geral do PCP disse, esta quarta-feira, que o Jornal de Notícias (JN) e o Diário de Notícias (DN), que pertencem ao grupo Global Media, cujos trabalhadores estão hoje em greve, já foram jornais públicos e "não se pode descartar a possibilidade" de voltarem a ser perante a dificuldade pela qual passam.

"Não é difícil recordar que o JN e o DN já foram jornais públicos e foram privatizados e chegamos ao chegamos. Não se pode descartar essa possibilidade mas isso é um passo que não é preciso precipitar agora. O que é preciso fazer hoje, nas próximas horas, é salvaguardar os seus postos de trabalho e a possibilidade de reaverem os salários que têm em atraso", salientou Paulo Raimundo.

Para o líder comunista, neste momento, o que é preciso fazer é "tranquilizar os trabalhadores, desde logo, criando as condições para que os salários que estão em atraso sejam pagos".

"Há instrumentos do Estado para fazer face a isso, a essa emergência", recordou.

De seguida, defendeu Paulo Raimundo, é preciso perceber o que se passou com a Global Media ao longo dos anos, sugerindo, tal como a líder do Bloco de Esquerda pediu hoje, uma investigação ao caso.

"É uma situação muito complexa. É preciso conhecer-se exatamente o que se está a passar, o que é que se passou e quais são os objetivos", concluiu.

Leia Também: "O caso da Global Media tem de ser investigado pelo poder judicial"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório