Meteorologia

  • 07 AGOSTO 2022
Tempo
24º
MIN 16º MÁX 26º

Na NATO, Costa recusa comentar "assuntos de política nacional"

Primeiro-ministro desautorizou Pedro Nuno Santos ao revogar o despacho ontem publicado com uma nova solução para os aeroportos.

Na NATO, Costa recusa comentar "assuntos de política nacional"

O primeiro-ministro, António Costa, não comentou a polémica espoletada com a anulação do despacho sobre o novo aeroporto de Lisboa. Repetindo sucessivamente que não comentaria o caso, o líder do executivo apontou que não abriria exceções. "Não comento no exterior assuntos de política nacional".  

Reforçando a recusa em tecer comentários sobre uma possível crise governativa, Costa apontou que a nota que indicava a revogação do despacho manifestava na íntegra a sua "compreensão" do caso. 

"Brevemente estarei em Portugal e, se for necessário, direi mais alguma coisa para além do que foi dito no comunicado", apontou Costa. 

O secretário-geral do Partido Socialista frisou que, "quer em Bruxelas, quer em qualquer local, acho que os temas de política nacional devem ser tratados em Portugal, fora de Portugal não devemos abordar esses temas", mantendo-se assim irredutível perante a insistência dos jornalistas. 

O primeiro-ministro falou à margem da cimeira da NATO, que decorre em Madrid, após ter revogado o despacho sobre a solução para os aeroportos anunciado ontem, dia 29 de junho, e 'defendido' pelo ministro da tutela, Pedro Nuno Santos, em várias entrevistas televisivas. 

Costa desautorizou, assim, o ministro das Infraestruturas e abriu caminho para a demissão do mesmo, algo que ainda não foi formalmente anunciado. 

Da direita à esquerda, foram várias as vozes que se manifestaram apontando que Pedro Nuno Santos não possui condições para continuar no cargo.

[Notícia atualizada às 12h26]

Leia Também: Pedro Nuno Santos? "Até o próprio Presidente deveria forçar a demissão"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório