Meteorologia

  • 18 SETEMBRO 2021
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 24º

Edição

PCP alerta para "desespero" se plano de vacinação não for cumprido

O secretário-geral do PCP dramatizou esta terça-feira um atraso com o plano de vacinação para a covid-19 e avisou que se não for cumprido pode causar "laivos de descontentamento" que depois podem "passar ao desespero".

PCP alerta para "desespero" se plano de vacinação não for cumprido

"Se esse processo atrasar, hoje, o que são laivos de descontentamento que existem, podem transformar-se numa coisa mais complicada: do descontentamento passar ao desespero. E o desespero, enfim.... Quem está desesperado não pensa ou pensa mal", afirmou Jerónimo de Sousa, no encerramento de um encontro com músicos, sobre a crise causada pela epidemia de covid-19, que quase paralisou o setor da cultura há um ano.

O líder comunista afirmou, à plateia de músicos, que a vacina "é a grande preocupação dos portugueses" e que "é um problema que se pode colocar" e que exige o cumprimento de promessas e garantias por parte do Governo".

Depois, ironizou com Paulo Portas, ex-líder do CDS e antigo vice-primeiro-ministro, e com os seus comentários ao domingo, na TVI, em que "põe aquele ar de estadista e epidemiologista e não sei que mais" por ter dito que o desconfinamento é muito perigoso por poder fazer "voltar tudo atrás".

"Isto é o que se chama exercitar a política do medo", disse, causando sorrisos na sala.

E, tal como já fizera na abertura do encontro, alertou para o possível encerramento de empresas, especialmente pequena e médias empresas, insistindo ainda que é preciso o estado dar respostas e apoios aos trabalhadores nessa fase de crise pandémica.

Leia Também: AO MINUTO: Casos ativos e internamentos continuam a descer em Portugal

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório