Meteorologia

  • 25 NOVEMBRO 2020
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

Parlamento aprova proposta do PCP sobre admissão nas forças de segurança

O Parlamento aprovou hoje uma proposta de alteração ao Orçamento do Estado do PCP para que as 2500 admissões dos elementos das forças e serviços de segurança, previstas para este ano, se concretizem em 2021.

Parlamento aprova proposta do PCP sobre admissão nas forças de segurança
Notícias ao Minuto

23:09 - 20/11/20 por Lusa

Política OE2021

"No Orçamento do Estado para 2020 foi aprovada a adoção de um plano plurianual de admissões nas forças e serviços de segurança de modo a assegurar o rejuvenescimento, a manutenção de elevados graus de prontidão e a eficácia operacional dos seus efetivos. Esse plano prevê a admissão de 10.000 novos efetivos até 2023, tendo como referência a admissão de 2500 em 2020", refere a proposta do PCP.

O Partido Comunista Português explica que esse objetivo "não se concretizou, pondo inclusivamente em risco de caducidade reservas de recrutamento relativas a concursos já realizados".

O PCP considera "fundamental que o ano de 2020 não seja um ano perdido" em matéria de admissões para as forças e serviços de segurança, propondo, por isso, a entrada em 2021 dos efetivos não admitidos este ano "até completar o quantitativo previsto de 2500, sem prejuízo das admissões a efetuar em 2021 para dar cumprimento ao plano plurianual".

Na proposta, o PCP acrescenta que o Governo vai dar continuidade no próximo ano ao plano plurianual de admissões nas forças e serviços de segurança para o período 2020-2023.

De acordo com os comunistas, o plano referido no número anterior tem como referência para 2021 a admissão de 2500 profissionais para as forças e serviços de segurança de acordo com um faseamento a estabelecer pelo Governo.

"Sem prejuízo do disposto no número anterior, mantém-se válida a referência de recrutamento de 2500 efetivos prevista para 2020, devendo o Governo proceder à admissão dos profissionais em falta para completar esse quantitativo", lê-se na proposta.

A proposta do PCP foi aprovada com votos a favor de todos os partidos e a abstenção do PSD.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório