Meteorologia

  • 21 OUTUBRO 2020
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 19º

Edição

Aliança "não pode ser confundido com partidos não democráticos"

O presidente do Partido Aliança, Pedro Santana Lopes, defendeu hoje em Torres Vedras, no seu congresso, que o partido "não pode ser confundido com partidos não democráticos", incitando o futuro líder a manter "a categoria".

Aliança "não pode ser confundido com partidos não democráticos"
Notícias ao Minuto

21:06 - 26/09/20 por Lusa

Política Santana Lopes

"Não nos podemos misturar com a pouca vergonha, entre o circo e a bandalheira, com as quais a Aliança não tem, nem pode ter nada a ver", afirmou Pedro Santana Lopes, no congresso.

"Confundir a Aliança com outros partidos não democráticos só pode ter uma razão de ser: olharem para as sondagens e pensarem que podiam ser eleitos quando aderiram ao Aliança", acrescentou.

Na sua despedida da presidência, disse que "não se pode ser militante do Aliança e do Chega" e "quem achou que é possível está enganado", ao considerar que não se pertence a um partido pelas "pessoas", mas por "questões políticas" e o Aliança, sublinhou, defende "a questão europeia".

Defendendo que o Aliança é um partido diferente de todos os outros, "incluindo o que teve congresso no último fim de semana", o Chega, Santana Lopes incitou o futuro líder a manter "o toque de partido decente, com categoria e sabedoria para ir à luta".

Sobre as eleições presidenciais, opinou que o partido "pode esperar pela decisão" do atual Presidente da República, por defender que se vivem "tempos muito complicados e não se poder correr riscos excessivos".

O congresso do Aliança termina no domingo em Torres Vedras, no distrito de Lisboa.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório