Meteorologia

  • 28 OUTUBRO 2020
Tempo
21º
MIN 15º MÁX 21º

Edição

"Frustração" de Medina? "Não vamos vencer crise a esconder problemas"

António Costa comentou hoje as declarações do autarca Fernando Medina, que considerou que o problema em LVT é uma questão de "más chefias".

"Frustração" de Medina? "Não vamos vencer crise a esconder problemas"
Notícias ao Minuto

13:40 - 01/07/20 por Silvia Abreu 

Política Pandemia

Durante a reabertura da fronteira comum entre Portugal e Espanha, que decorreu esta manhã, António Costa foi questionado sobre as críticas do autarca de Lisboa às autoridades de saúde, tendo considerado Fernando Medina que o crescimento de casos nesta região se deve "às más chefias".

"Estamos bem conscientes disso, foi precisamente por causa disso que, há cerca de uma semana e meia, nos reunimos com todos os presidentes de Câmara das áreas mais críticas da Área Metropolitana de Lisboa, juntamente com a ministra da Saúde", começou por apontar o chefe do Governo.

Foi por isso, aliás, que já tinha sido designado um gabinete de crise para estes concelhos e que, no conjunto de medidas que entraram hoje em vigor, o estado de calamidade se mantém nas zonas mais afetadas, recordou Costa.

Assumindo que "não há dúvidas de que é necessário reforçar atividade" nestas regiões, o primeiro-ministro assinala que "houve um esforço muito grande para reforçar os meios de saúde pública e que estão constituídas equipas multidisciplinares, não só para vigiar e acompanhar as pessoas sob vigilância", mas também para assegurar uma resposta pronta.

Nas palavras de António Costa, o fundamental é manter a política de "testar, testar, testar" e de isolar os casos. É neste ponto, assinala, que a presença da Segurança Social se torna fundamental.

"Temos bem consciência de que, se não acompanhamos o isolamento com o apoio às famílias, muitas dessas pessoas, mesmo sabendo que têm de estar em isolamento, não podem deixar de sair de casa para trabalhar", reconhece, vincando que "estes dois braços têm de funcionar em simultâneo". 

Acompanhando as "frustrações" de vários autarcas, Costa reconhece neles, também, "a vontade de trabalhar em conjunto com o Governo" e deixa uma mensagem "clara": "Não vamos vencer esta crise a esconder problemas, mas sim a identificá-los e a dar respostas".

Aumento de casos em LVT levanta discórdias

A ministra da Saúde, Marta Temido, recusou-se esta terça-feira a comentar críticas do presidente da Câmara de Lisboa sobre a gestão da pandemia de Covid-19 na região, de que o aumento do número de infetados se deve a "más chefias", acrescentando apenas que "compreende as preocupações" e que se está a trabalhar "nesse sentido".

Na noite de segunda-feira, Fernando Medina não hesitou em considerar que o aumento de casos na zona de Lisboa é uma questão de "más chefias". "Ou as chefias na zona de Lisboa, rapidamente, põem ordem na casa em muitos poucos dias e têm a situação sob controlo ou essas chefias têm de ser reavaliadas”.

Sublinhando que, em primeiro lugar, é preciso que estes lapsos sejam assumidos "com muita clareza", Medina considerou que "quem não reconhece que há um problema não tem capacidade para resolver um problema”.

Leia Também: AO MINUTO: "Fronteira aberta para sempre"; Ministra nega rutura em LVT

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório