Meteorologia

  • 29 NOVEMBRO 2020
Tempo
11º
MIN 9º MÁX 14º

Edição

Covid-19. CDS pede audição urgente da ministra da Saúde

O CDS quer esclarecimentos sobre o plano de contingência para o coronavírus. Portugal continua sem nenhum caso de infeção confirmado.

Covid-19. CDS pede audição urgente da ministra da Saúde

O CDS pediu esta quarta-feira uma audição urgente da ministra da Saúde, Marta Temido, para pedir esclarecimentos sobre o plano de contingência para o novo coronavírus que, em todo o mundo (sobretudo na China) já causou mais de 2.700 mortes, estando o número de casos a crescer em solo europeu.

Os centristas querem saber se Portugal está preparado para conter casos de Covid-19 que possam vir a confirmar-se. O CDS pergunta, nomeadamente, "quantas camas de isolamento e quantos profissionais de saúde estão preparados para receber possíveis doentes infetados, e destacados nos laboratórios competentes para a realização dos exames de rastreio?"

O partido liderado por Francisco Rodrigues dos Santos questiona também: "Concretamente de que forma foi reforçado o INEM para o transporte de doentes possivelmente infetados?" Se "houve preparação dos seus profissionais para lidar com casos de Covid-19?" E se a ministra assegura que o INEM tem o material suficiente e adequado para o efeito?" 

Sublinhando a "evolução tão rápida que o surto de Covid-19 está a ter e a sua aproximação geográfica" (tendo em conta os casos confirmados em Espanha), o CDS quer saber se o Governo equaciona  mandar ativar de imediato um plano de contingência.  "Se sim, em que termos concretamente?", questiona. 

Marta Temido, sublinhe-se, afirmou hoje que o país está a fazer os seus melhores esforços para garantir que os portugueses tenham a melhor resposta em caso de surto.  "É muito importante que trabalhemos em coordenação, articuladamente, com precaução máxima e sem alarmismos desnecessários", sublinhou, aconselhando a população a utilizar o contacto telefónico em caso de sintomas ou de dúvidas. 

De recordar que o número de casos tem aumentado de forma significativa nos últimos dias em solo europeu, em particular em Itália, onde o número de infetados, de acordo com o último balanço, é de 374. Neste país, são já 12 as vítimas mortais. 

Em Portugal, onde ainda não há qualquer pessoa infetada com Covid-19, foi internado o 18.º caso suspeito, uma doente proveniente de Milão, em Itália, que está internada no Hospital de São João. Aguardam-se os resultados das análises feitas.

O único caso de um português infetado é o caso de Adriano Maranhão, o canalizador do navio Diamond Princess, e que já foi transferido para uma unidade hospitalar no Japão. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório