Meteorologia

  • 18 NOVEMBRO 2019
Tempo
11º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

PS foi "único a eleger em todos os círculos", destaca Costa

O secretário-geral do PS considerou hoje que o seu partido alcançou "uma vitória expressiva" no círculo da Europa e destacou a eleição de Santos Silva no círculo Fora da Europa, onde os socialistas não elegiam deputados desde 1999.

PS foi "único a eleger em todos os círculos", destaca Costa

Nas eleições legislativas do passado dia 6, no conjunto dos dois círculos eleitorais da emigração (Europa e Fora da Europa), o PS venceu com 41.525 votos contra 37.060 do PSD. Em termos de mandatos, o PS elegeu dois deputados, tantos como o PSD.

"O PS tem uma vitória expressiva no círculo da Europa e reelege Paulo Pisco [como deputado]. Fomos o único partido a eleger deputados em todos os círculos eleitorais", escreveu António Costa na rede social Twitter.

Na mesma mensagem, o líder socialista defendeu que "a grande vitória de 6 de outubro é reforçada com a eleição do [ministro dos Negócios Estrangeiros] Augusto Santos Silva pelo círculo de Fora da Europa, o que não acontecia há 20 anos".

Para António Costa, a eleição de um deputado no círculo Fora da Europa, constitui também "um sinal de um grande reconhecimento pelo trabalho do José Luís Carneiro enquanto Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas".

Na terça-feira, a agência Lusa adiantou que António Costa indicou José Luís Carneiro para o cargo de secretário-geral adjunto do PS, substituindo nestas funções Ana Catarina Mendes que, por sua vez, foi proposta para o lugar de líder da bancada socialista.

As legislativas de 6 de outubro foram ganhas pelo PS com 36,34% dos votos e 108 deputados eleitos, quando estão atribuídos todos os mandatos, incluindo os quatro dos circulos eleitorais da Europa e de Fora da Europa.

De acordo com os resultados finais, divulgados no 'site' da Secretaria-Geral do Ministério de Administração Interna - Administração Eleitoral, já com os dados das votações nos 27 consulados, o PSD foi o segundo partido mais votado, com 27,76% dos votos e 79 deputados.

Elegeram ainda deputados para a Assembleia da República BE (9,52% dos votos e 19 deputados); CDU (6,33% e 12 deputados); CDS-PP (4,22% e 5 deputados); PAN (3,32% e 4 deputados); Chega (1,29% e 1 deputado); Iniciativa Liberal (1,29% e 1 deputado) e Livre (1,09% e 1 deputado).

O PS venceu sem maioria absoluta, para a qual precisaria de, pelo menos, 116 deputados.

Em relação aos resultados que esta madrugada foram escrutinados, no Círculo eleitoral da Europa, os dois mandatos foram para PS e PSD e no círculo fora da Europa foram também para o PS e o PSD. A taxa de abstenção foi de 51,43%

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório