Meteorologia

  • 22 JULHO 2019
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 19º

Edição

Houve uma "extraordinária coincidência" entre Governo e temas de Marcelo

O primeiro-ministro afirmou que o discurso do 25 de Abril hoje proferido pelo Presidente da República no parlamento foi caracterizado por "uma extraordinária coincidência" sobre temáticas que o Governo também definiu como prioritárias em termos de ação.

Houve uma "extraordinária coincidência" entre Governo e temas de Marcelo
Notícias ao Minuto

17:35 - 25/04/19 por Lusa

Política António Costa

António Costa falava aos jornalistas na residência oficial do primeiro-ministro, nos jardins de São Bento, durante a festa comemorativa do 45.º aniversário do 25 de Abril de 1974.

Questionado pelos jornalistas sobre como recebeu o discurso feito no parlamento por Marcelo Rebelo de Sousa, António Costa identificou que, "relativamente às temáticas, houve uma extraordinária coincidência sobre quatro áreas que o Governo define como prioritárias".

Segundo António Costa, três dessas quatro áreas são o combate às alterações climáticas, o combate às desigualdades e a necessidade de enfrentar "o desafio da transição para a sociedade digital".

"São temas contemporâneos aos quais temos de concentrar cada vez mais as atenções", disse.

António Costa chegou aos jardins de São Bento pelas 14:30, acompanhado da sua mulher, Fernanda Tadeu. Cumprimentou os "Caretos" de Podence, do nordeste transmontano, e assistiu logo a seguir ao concerto da Orquestra Filarmónica Gafanhense, tendo perto de si as ministras da Presidência, Mariana Vieira da Silva, e da Cultura, Graça Fonseca, e o secretário de Estado Adjunto e dos Assuntos Parlamentares.

Ainda ao início da tarde, com a presidente da Câmara da Amadora, Carla Tavares, o primeiro-ministro ouviu as canções do Grupo Coral Infantil Pequenas Espigas, da Cova da Moura, visitando, depois, uma mostra de produtos regionais, onde provou um vinho alentejano produzido pela Adega das Herdades de Juromenha - uma ocasião que aproveitou para fazer um brinde ao 25 de Abril e à saúde da democracia portuguesa.

Já com a companhia dos presidentes das câmaras de Lisboa, Fernando Medina, e de Almada, Inês de Medeiros, assim como do ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, António Costa assistiu a uma breve atuação da Companhia Nacional de Bailado.

A meio da tarde, pelas 16:00, António Costa desceu os jardins de São Bento para receber o presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, que atravessara a pé o pátio das traseiras do edifício do parlamento para se dirigir à residência oficial do primeiro-ministro.

Antes de partir para a Fortaleza de Peniche, onde vai inaugurar um memorial aos presos políticos, António Costa ainda teve a oportunidade de ouvir o concerto de António Zambujo. No meio dos jardins do Palacete de São Bento, muito discreto, também a escutar António Zambujo, estava o ministro das Finanças, Mário Centeno.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório