Meteorologia

  • 20 JULHO 2019
Tempo
25º
MIN 22º MÁX 29º

Edição

"Sócrates, o problema é teu não queremos misturas com o PS"

Joaquim Jorge comenta, num artigo de opinião escrito para o Notícias ao Minuto, a postura do PS em relação ao antigo primeiro-ministro, que hoje anunciou a sua desfiliação do partido.

"Sócrates, o problema é teu não queremos misturas com o PS"

Joaquim Jorge, biólogo e fundador do Clube dos Pensadores, analisa, num artigo de opinião enviado ao Notícias ao Minuto, a “tática” do Partido Socialista para se afastar do antigo primeiro-ministro que está a ser acusado de corrupção e branqueamento de capitais.

“É incompreensível a postura do PS, em relação a José Sócrates. O pretexto para se afastarem foi Manuel Pinho”, começa por dizer Joaquim Jorge, adiantando que, se os socialistas “nunca tomaram uma posição a favor de Sócrates, também não deveriam tomar esta posição de afastamento”.

Para o fundador do Clube dos Pensadores, “agora que Sócrates bateu com a porta e deixou o PS”, os socialistas, que estão nas vésperas de um Congresso (25 de maio), vão ter de resolver um assunto que vai “ter proporções inimagináveis” para o partido.

O biólogo acredita ainda que, as recentes reações de Carlos César, João Galamba e até António Costa aos crimes que, alegadamente, envolvem José Sócrates e Manuel Pinho, fazem parte de “uma tática concertada que só tem um fito. Há muito tempo que o caso Sócrates é muito embaraçoso para o PS, este foi o momento de se demarcarem”.

De acordo com Joaquim Jorge, esta atitude dos socialistas pode prejudicar o partido, pois “os portugueses não apreciam linchamentos e ingratidão” apesar de, como o “PS já percebeu, os portugueses estarem fartos de corrupção, broncas, casos, subornos e indecências”.

“O PS escolheu este momento para dar a machadada final a Sócrates. Este corte do cordão umbilical foi cruel. O PS não podia esconder o problema, Sócrates era um destacado militante socialista e antigo primeiro-ministro de Portugal, mas por outro lado, quem teve uma posição equidistante até aqui, esperava pela conclusão da justiça”, refere.

Para terminar, Joaquim Jorge garante que o que o PS quis dizer com as declarações dos últimos dias foi o seguinte: “Sócrates, o problema é teu não queremos misturas com o PS”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório