Meteorologia

  • 25 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Criada associação que une professores de língua portuguesa no Reino Unido

Professores de português no Reino Unido vão juntar-se este sábado para criar uma associação que represente os seus interesses, mas também promova o encontro, partilha e discussão, afirmou uma das promotoras da iniciativa.

Criada associação que une professores de língua portuguesa no Reino Unido
Notícias ao Minuto

08:18 - 20/06/17 por Lusa

País Tropo

"Ao contrário da maioria das outras línguas ensinadas como língua estrangeira no Reino Unido, o português é uma das únicas línguas que não tinha uma associação que representasse o seu estudo e o seu ensino", vincou Sofia Martinho, leitora do Instituto Camões na Universidade de Leeds.

A Tropo - Associação de Professores e Investigadores de Língua Portuguesa no Reino Unido - pretende reunir professores do ensino superior e não superior de português europeu e de português brasileiro.

"Se queremos que o português seja visto como língua global, temos de trabalhar em conjunto", justificou a docente.

Até agora, por falta de uma associação que pudesse representar a voz da língua portuguesa junto de instituições e organizações britânicas, esta fazia-se ouvir através de associações hispânicas, o que nem sempre tem resultados positivos.

Uma conferência no ano passado em Leeds recebeu não só uma boa resposta a esta ideia, como mostrou o desejo de maior interação entre professores, que estão espalhados geograficamente.

A Tropo vai ser lançada oficialmente no sábado num seminário em Londres, como comunicações sobre o ensino de línguas estrangeiras como língua de herança para bilingues e como segundo idioma para jovens estudantes.

Uma das primeiras tarefas será tentar perceber quantos professores de língua portuguesa existem no Reino Unido a todos os níveis de ensino.

Ao nível universitário, Sofia Martinho contabilizou 25 universidades britânicas que oferecem licenciaturas em Português como disciplina curricular, o que corresponde a 68 docentes, a maioria dos quais ligados a protocolos com o Instituto Camões.

"Não há números que envolvam todos os níveis de ensino, o que joga contra nós, porque números são ferramenta nas reuniões com instituições ou organizações", salientou.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório