Meteorologia

  • 18 OUTUBRO 2017
Tempo
16º
MIN 16º MÁX 16º

Edição

Almaraz: "Espanha não tomará decisão até 2018. Temos tempo para discutir"

O ministro do Ambiente afirmou hoje que a decisão espanhola de prolongar por dois anos o prazo para uma decisão sobre o funcionamento das centrais nucleares dará tempo a Portugal e Espanha para discutir compromissos sobre ambiente e energia.

Almaraz: "Espanha não tomará decisão até 2018. Temos tempo para discutir"
Notícias ao Minuto

20:50 - 31/05/17 por Lusa

País Matos Fernandes

"Espanha não tomará nenhuma decisão [sobre o futuro das centrais nucleares] enquanto não for elaborado e discutido este Plano de Energia e Clima que se propôs fazer até 2018. Por isso temos um tempo para discutir", disse João Matos Fernandes, em declarações aos jornalistas hoje em Lisboa.

O ministro do Ambiente reagia ao parecer favorável que o Conselho de Segurança Nuclear de Espanha deu a uma proposta do governo espanhol de alargar por dois anos o prazo para decidir se as centrais nucleares, incluindo a de Almaraz, situada a cerca de 100 quilómetros da fronteira com Portugal, renovam ou não as licenças de exploração.

João Matos Fernandes disse que Espanha fará "depender a apresentação de projetos de prolongamento das centrais nucleares da elaboração de um Plano para o Clima e Energia", que é exigido pela União Europeia a todos os Estados-membros e que terá de ser apresentado durante o primeiro trimestre de 2018.

O ministro recordou ainda que na cimeira ibérica realizada esta semana, os governos de Espanha e de Portugal assumiram o compromisso de criar até ao final deste ano um grupo de trabalho para os dois países reavaliarem a política energética comum, "com particular destaque para a relevância das energias renováveis".

Apesar do compromisso, os dois países foram criticados por não terem incluído o tema da central de Almaraz na agenda oficial da 29.º cimeira ibérica, que decorreu na segunda e na terça-feira no Douro e em Vila Real.

Vários grupos de defesa do ambiente em Portugal e Espanha têm contestado a construção de um armazém de resíduos nucleares em Almaraz assim como a continuação do período de vida da central para além do termo da autorização em vigor, que caduca em 08 de junho de 2020.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório