Médicos do privado devem passar atestados e pedir exames

O candidato a bastonário dos Médicos Álvaro Beleza defende que os clínicos do privado possam pedir exames de diagnóstico e passar atestados, uma forma de "libertar" o Serviço Nacional de Saúde e aumentar a capacidade de atender doentes.

© Global Imagens
País Candidato

 

PUB

"É necessária uma simplificação no acesso à saúde, por isso defendo que todos os médicos com atividade privada possam pedir exames complementares de diagnóstico e passar atestados médicos. Esta mudança dispensará que as pessoas, depois de saírem dos consultórios, tenham de ir ao médico de família pedir os exames e os atestados. Ao libertar-se o Serviço Nacional de Saúde (SNS) desta redundância, aumentar-se-á a sua capacidade para atender outros doentes", afirmo Álvaro Beleza na apresentação da sua candidatura, hoje em Lisboa.

Em declarações aos jornalistas a propósito desta proposta, o candidato a bastonário da Ordem dos Médicos defendeu que os "médicos têm de ser todos tratados com igual dignidade" e com igualdade de oportunidades, lembrando que já todos passam receitas de medicamentos que são depois comparticipados pelo SNS.

Outra das propostas da candidatura de Álvaro Beleza é que o SNS acabe com os contratos com empresas para a prestação de serviços médicos.

"O Ministério da Saúde tem de contratar para os quadros do Serviço Nacional de Saúde, pois a integração em equipa e a possibilidade de aceder a uma carreira são pilares fundamentais na motivação dos profissionais".

Aliás, Beleza defende que as carreiras médicas sejam alargadas também ao setor privado, considerando que não devem ser apenas um pilar do SNS, mas de todo o sistema de saúde em geral.

Um dos objetivos apresentado como central por Álvaro Beleza é tornar a Ordem dos Médicos a principal entidade certificadora da qualidade em saúde em Portugal, tornando-se numa instituição que efetivamente garanta a qualidade da medicina que se pratica em Portugal.

"A Ordem tem de crescer como entidade que faz auditorias a todo o sistema de saúde em Portugal (...). Os médicos têm de ser os líderes do sistema de saúde", afirmou o candidato a bastonário nas eleições que se realizam em janeiro.

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS