Meteorologia

  • 14 DEZEMBRO 2019
Tempo
16º
MIN 12º MÁX 17º

Edição

Câmara de Gaia atribui medalha de Mérito Profissional à Agência Lusa

A Câmara de Vila Nova de Gaia atribuiu esta noite a medalha de "Mérito Profissional" à Agência Lusa, distinguindo o papel "relevante em prol da democracia e da liberdade de imprensa".

Câmara de Gaia atribui medalha de Mérito Profissional à Agência Lusa

A entrega da medalha foi feita esta noite pelo presidente da Câmara de Vila Nova de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, à presidente do Conselho de Administração da Agência Lusa, Teresa Marques, numa cerimónia integrada nas comemorações do Dia do Município que este concelho do distrito do Porto assinalou na terça-feira.

"Um serviço público de informação não é apenas um serviço público de informação. É o reconhecimento de que a informação descentralizada no território dá voz a quem à partida não tem voz", disse Eduardo Vítor Rodrigues.

Este ano a Agência Lusa comemora o seu 30.º aniversário, uma efeméride recordada pelo autarca de Gaia que considerou que "30 anos de uma instituição como a Lusa são 30 anos de melhor democracia".

Estas declarações foram interpretadas pela presidente da agência noticiosa portuguesa como "um reconhecimento à Lusa pela sua independência editorial e pela cobertura das notícias de uma forma abrangente".

Teresa Marques reiterou a ideia de que a Lusa "procura cobrir toda a informação noticiosa quer em Portugal, quer no Mundo", daí que "esta medalha reconheça", disse, além "da qualidade do jornalismo que é prestado e a importância do serviço público".

"Nós estamos em todo o lado. Muitas vezes se a Lusa não estivesse estamos completamente convictos de que não se falaria do tema", disse Teresa Marques dando como exemplo o desporto: "A Lusa vai ao futebol mas também vai à canoagem, ao ténis de mesa, vamos a todas as modalidades".

Esta noite a autarquia de Gaia também atribuiu medalhas de "Mérito Cívico" a instituições de várias freguesias do concelho que têm estado relacionadas a projetos de Educação e da Inclusão, sendo que a medalha de "Valor e Altruísmo" foi atribuída à Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados, bem como à Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental.

"Foi gratificante estar presente porque vi uma Câmara Municipal a agradecer a instituições de solidariedade social o trabalho que fazem em prol da comunidade. É uma honra para a Lusa estar ao lado de todas estas instituições que comparo, de alguma forma à Lusa, por realizarem muitas vezes um trabalho importante mas que não é publicitado, não é visto", acrescentou Teresa Marques.

Receberam também medalhas de "Mérito Profissional" Marco António Costa, ex-vice-presidente da autarquia de Gaia, e a empresa Cantinho das Aromáticas, enquanto com a medalha de Mérito Desportivo foi distinguido Carlos Resende, treinador do ABC Braga/UMinho, atual campeão nacional de andebol.

Também nesta cerimónia numa intervenção à luz da palestra "Regionalização: Sim, Não ou Talvez?", o ex-presidente da câmara do Porto, Rui Rio, defendeu que "a regionalização pode conseguir, se bem feita, um regime mais democrático, mais próximo das pessoas e menos despesista", bem como "uma governação mais competente e menos centralizadora".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório