Meteorologia

  • 23 FEVEREIRO 2024
Tempo
11º
MIN 10º MÁX 14º

Sindicato estranha que legionella leve trabalhadores para Chaves

O Sindicato dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais do Norte (STFPSN) estranha que os doentes e trabalhadores do hospital da Régua, onde foi detetada a bactéria legionella, tenham sido transferidos para Chaves havendo unidades mais próximas.

Sindicato estranha que legionella leve trabalhadores para Chaves
Notícias ao Minuto

16:59 - 03/03/16 por Lusa

País Régua

O sindicato salientou, em comunicado, que os trabalhadores terão agora que "fazer cerca de 200 quilómetros para Chaves", viagem de ida e volta, quando existem outros hospitais do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD) que ficam "muito mais próximos", como Vila Real e Lamego.

O Hospital D. Luiz I do Peso da Régua fechou hoje, depois de ser sido detetada 'legionella' na rede de água, e a maioria dos 12 utentes e todos os profissionais foram transferidos para Chaves.

"As outras duas unidades do CHTMAD têm condições adequadas para incorporar estes pacientes e os trabalhadores que serão transferidos, pelo que não se compreende a decisão da tutela nesta matéria. Esta escolha obrigará os trabalhadores a viajar cerca de 200 quilómetros por dia, sem justificação aparente", salientou o STFPSN.

O sindicato lembrou que os anteriores governos tentaram "várias vezes encerrar esta unidade ou entregá-la à Misericórdia" e frisou que receia que estejam "novamente a abrir-se os apetites privados em torno do Hospital D. Luiz I".

Por fim, o STFPSN defendeu que o encerramento provisório deste hospital deve "ser aproveitado para se efetuarem as necessárias obras de requalificação e modernização da unidade".

Recomendados para si

;
Campo obrigatório