Meteorologia

  • 23 MAIO 2019
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 17º

Edição

Polícia Municipal vai regular tráfego mas não pode haver "dúvidas"

Reunião com ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, permitiu dar alguns passos na passagem de alguns serviços da Divisão de Trânsito da PSP de Lisboa para a alçada da autarquia mas é um processo que ainda levará tempo.

Polícia Municipal vai regular tráfego mas não pode haver "dúvidas"
Notícias ao Minuto

11:30 - 10/02/16 por Anabela de Sousa Dantas 

País Forças policiais

Constança Urbano de Sousa, ministra da Administração Interna, reuniu na passada segunda-feira com a Associação Sindical de Profissionais de Polícia (ASPP/PSP) para discutir, entre outros assuntos, a cedência de serviços em matéria de tráfego e estacionamento da Divisão de Trânsito da PSP para a Polícia Municipal.

Paulo Rodrigues, presidente da ASPP/PSP, indicou ao Notícias ao Minuto que o assunto foi tratado e será levado a cabo mas, neste momento, “ainda é um processo que está a ser discutido com várias entidades” e que, portanto, “não é uma questão para muito breve”.

“Segundo aquilo que nos foi transmitido é um processo que já vem do passado mas que está a ser discutido em pormenor porque, no fundo, [a ministra] garantiu-nos que não irá haver transferência de competências, ou seja, as competências [de cada força] mantêm-se exatamente tanto na Polícia Municipal como na PSP mas esta articulação para que se passem serviços para a Polícia Municipal e para que se intensifique aquilo que são os serviços mais complexos na Divisão de Trânsito na PSP obriga a que haja aqui um conjunto de decisões”, explicou o responsável.

Paulo Rodrigues sublinha que é preciso definir, por exemplo, quem são as pessoas que passam de forma voluntária da Divisão de Transito da PSP para a Polícia Municipal, qual é o efetivo que vai ter de ser aumentado, que meios terá a Polícia Municipal e “também definir concretamente e de forma muito clara quem faz o quê dentro da cidade de Lisboa”.

“E isso é importante que fique definido para que não haja dúvidas”, adiantou o presidente da ASPP/PSP, acrescentando que o esclarecimento destes pontos, sendo necessária uma discussão com várias entidades, ainda levará algum tempo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório