Meteorologia

  • 19 MAIO 2024
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 21º

GNR que matou criança cigana tem "cabeça a prémio"

Militar da GNR que matou, acidentalmente, criança de 13 anos, refere que alguém o quer matar.

GNR que matou criança cigana tem "cabeça a prémio"
Notícias ao Minuto

08:55 - 03/05/15 por Notícias Ao Minuto

País Hugo Ernano

Alvo de várias ameaças de morte, desde que acidentalmente matou uma criança no âmbito de uma perseguição policial, Hugo Ernano tem a sua “cabeça a prémio”, avança o Jornal de Notícias.

“Há alguém que está a oferecer uma recompensa de 30 mil euros a quem me matar ou a quem me entregar a essa pessoa”, conta o militar da GNR, que foi condenado pela morte do menor, em agosto de 2008.

O homem de 36 anos já formalizou uma queixa junto da Guarda e refere que o seu maior receio é “não haver uma cara”, não haver uma identificação do autor das ameaças.

“Uma pessoa sente-se num beco sem saída”, afirma, acusando o Tribunal de nunca ter feito nada para impedir que esta situação acontecesse.

Hugo Ernano matou uma criança de etnia cigana de 13 anos que tinha sido levada pelo próprio pai para um assalto. Durante a perseguição policial, e não sabendo que havia menores na viatura, Hugo Ernano acabou por alvejar o menor.

Recomendados para si

;
Campo obrigatório