Meteorologia

  • 22 OUTUBRO 2020
Tempo
17º
MIN 12º MÁX 19º

Edição

Empresa-fantasma poderá ter financiado José Sócrates

O Ministério Público suspeita da criação de uma empresa-fantasma sediada em Londres, a Intelligent Life Solutions LPP, para fazer chegar dinheiro ao antigo primeiro-ministro, José Sócrates, que está a ser acusado de corrupção, fraude fiscal e branqueamento de capitais, avança o Expresso.

Empresa-fantasma poderá ter financiado José Sócrates

No caso Operação Marquês, que tem como alvo o antigo primeiro-ministro, o Ministério Público tem como suspeita a criação de uma empresa-fantasma sediada em Londres, a Intelligent Life Solutions LPP, para a assinatura de um contrato, em março de 2014 entre os empresários Carlos Santos Silva e Paulo de Lalanda e Castro, que poderá ter financiado José Sócrates.

Os investigadores acreditam que esse contrato estabelecido no valor de meio milhão de euros, poderá ter servido para canalizar dinheiro vindo do grupo Lena, com o objetivo de financiar uma consultoria mensal de vários milhares de euros oferecida no último verão por Lalanda e Castro a José Sócrates, através de uma farmacêutica, a Dynamicspharma.

Sabe-se que desde 2013, Sócrates recebia 12 mil euros por mês da Octapharma, uma farmacêutica suíça que também tem Lalanda e Castro como um dos seus administradores.

A investigação conduzida pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) dá conta de um esquema de corrupção em que o antigo governante terá acumulado dinheiro do Grupo Lena.

A Intelligent Life Solutions LPP está registada perto de Wimbledon, em Londres e é partilhada por várias companhias virtuais.

Paulo Lalanda e Castro confessou ao Expresso que é dono no Reino Unido de uma socieade LPP, Limited Liability Partnership. Oficialmente, a farmacêutica LPP é gerida por dois diretores que têm também firmas virtuais criadas na Ilha de Man, considerado um paraíso fiscal onde as empresas não pagam impostos.

Sabe-se que o Grupo Lena terá assinado um acordo com a Intelligente Life Solutions LPP e empresa virtual de Carlos Santos Silva adotou o mesmo nome de uma companhia por ele controlada em Portugal, a Intelligente Life Solutions SA, com sede no Porto. A empresa tem como atividade “o comércio por grosso de máquinas e equipamentos” na área da saúde,

Já a Dymanicspharma, onde Sócrates teve um contrato como consultor é controlada por Lalalnda e Castro através de uma companhia nas Ilhas Virgens Britânicas, a Ruby Capital Corporation.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório