Meteorologia

  • 17 JUNHO 2024
Tempo
21º
MIN 16º MÁX 22º

Dezenas iniciam marcha antirracista e homenageiam Alcindo Monteiro

Várias dezenas de manifestantes estão hoje concentrados na Rua Garrett, em Lisboa, em homenagem a Alcindo Monteiro, cabo-verdiano assassinado há 29 anos neste local, num protesto antirracista que lembra lutas antigas e evoca as novas, pelo povo da Palestina.

Notícias ao Minuto

12:12 - 10/06/24 por Lusa

País Manifestação

Organizada por várias associações que lutam contra a discriminação, o protesto começou junto ao local onde Alcindo Monteiro (1967-1995) foi assassinado em 1995, assinalado por uma placa da Câmara Municipal de Lisboa, em que a autarquia se compromete a não esquecer o sucedido.

Datada de 2020, a placa evocativa assinala que "a cidade de Lisboa reafirmou o seu dever de memória e justiça e o seu compromisso com o combate ao racismo e ao fascismo sob todas as suas formas".

"Racismo em Portugal é uma vergonha nacional" e "Racismo é divisão para aumentar a exploração" são algumas das palavras de ordem com que os manifestantes iniciaram uma pequena marcha, empunhando bandeiras de alguns dos promotores da iniciativa, como a Vida Justa ou a Frente Anti-Racista.

À cabeça da marcha, os manifestantes seguram uma faixa, na qual se pode ler "Unidos contra o racismo e a xenofobia - 10 de junho".

Leia Também: Três adeptos do Valencia na prisão por insultos racistas a Vinícius Jr.

Recomendados para si

;
Campo obrigatório