Meteorologia

  • 24 JUNHO 2024
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 29º

Homem que espancou brutalmente mulher em Almada fica em preventiva

Cinco filhos da vítima ficaram ao encargo do pai das crianças mais velhas.

Homem que espancou brutalmente mulher em Almada fica em preventiva
Notícias ao Minuto

11:44 - 21/05/24 por Marta Amorim

País PSP

O homem que no sábado à noite espancou brutalmente a mulher em Almada, deixando-a em "estado crítico", ficou em prisão preventiva

A informação foi avançada ao Notícias ao Minuto por fonte da Polícia de Segurança Pública (PSP). 

Recorde-se que as agressões ocorreram na noite deste sábado e foram os filhos da vítima quem deu o alerta. 

As crianças de 14, 11 e 9 anos saíram de casa, deixando os irmãos de 6 anos e 11 meses, e entraram num restaurante próximo, onde pediram ajuda. 

Filhos de mulher espancada em Almada foram a restaurante gritar por ajuda

Filhos de mulher espancada em Almada foram a restaurante gritar por ajuda

Cinco crianças, todas menores, ficaram à guarda do progenitor das mais velhas. Suspeito foi detido pela PSP.

Marta Amorim | 17:12 - 20/05/2024

Vizinhos e clientes ainda tentaram entrar na habitação onde o homem agredia brutalmente a mulher de cerca de 40 anos, mas só a Polícia de Segurança Pública (PSP) conseguiria entrar mais tarde, arrombando a porta. 

Fonte desta força de segurança revelou ao Notícias ao Minuto que, ao entrar na casa, os elementos da polícia encontraram a mulher já "prostrada no solo", enquanto o suspeito tentava "impedir o acesso ao seu corpo". O homem começou por não acatar as ordens da polícia para se afastar, mas acabou por ser algemado. Mais tarde, na esquadra, tornar-se-ia mais violento. 

O homem, que é pai biológico apenas do bebé de 11 meses, "não tinha um único arranhão no corpo". A vítima, porém, ficou desfigurada e com um afundamento craniano. 

Segundo informações do Hospital Garcia de Orta ao Notícias ao Minuto, a vítima "encontra-se internada, em estado crítico, numa das Unidades de Cuidados Intensivos, do Serviço de Medicina Intensiva, da ULS-Almada Seixal".

A PSP avança ainda que apesar de não existirem queixas de violência doméstica formalizadas, os vizinhos relataram às autoridades já terem ouvido discussões entre o casal. 

Todas as crianças, inclusive a de 11 meses, filha do suspeito, ficaram ao encargo do progenitor dos meninos mais velhos. 

Leia Também: Mulher em coma após ser espancada pelo companheiro em Almada

Recomendados para si

;
Campo obrigatório