Meteorologia

  • 21 JULHO 2024
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 26º

Exército disponibiliza meios após incêndio em hospital de Ponta Delgada

Os militares destacados para operação já efetuaram "o transporte de 39 camas, sete carrinhos hospitalares e diverso material hospitalar para a USISM (Unidade de Saúde da Ilha de São Miguel)".

Notícias ao Minuto

18:22 - 04/05/24 por Daniela Carrilho com Lusa

País Açores

O Exército português disponibilizou meios e vários militares para dar apoio às autoridades locais na sequência do incêndio que deflagrou na manhã deste sábado no hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, nos Açores revelou o porta-voz do Exército ao Notícias ao Minuto.

"O Exército disponibilizou uma ambulância e quatro viaturas médicas Iveco e 15 militares para apoiar as autoridades locais", detalhou a entidade.

Os militares destacados para esta operação já efetuaram "o transporte de 39 camas, sete carrinhos hospitalares e diverso material hospitalar para a USISM (Unidade de Saúde da Ilha de São Miguel)".

De recordar que o incêndio atingiu um setor do Hospital de Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, nos Açores.

O alerta foi dado pelas 9h40 locais (10h40 em Lisboa) e foi considerado circunscrito pelas 14h50 locais (15h50 em Lisboa), disse à agência Lusa fonte hospitalar.

Segundo a fonte, "todos os doentes críticos do Hospital do Divino Espírito Santo (HDES) [foram] transferidos para as urgências do Hospital CUF/Açores e os doentes não críticos para as unidades de urgência de vários centros de saúde da ilha [de São Miguel]".

O HDES não contabilizou quantos doentes foram retirados da unidade hospitalar devido ao incêndio, indicando que também foi dada "alta precoce" a alguns internados.

O fogo obrigou ao encerramento do Serviço de Urgência, Bloco de Partos e Bloco Operatório e afetou o sistema elétrico da maior unidade de saúde dos Açores.

Entretanto, a secretária regional da Saúde e Segurança Social, Mónica Seidi, revelou, em conferência de imprensa, que "não há vítimas e de momento não há ninguém que corra qualquer perigo de vida".

Leia Também: Fogo em "área técnica" do hospital de Ponta Delgada. Doentes retirados

Recomendados para si

;
Campo obrigatório