Meteorologia

  • 27 MAIO 2024
Tempo
21º
MIN 14º MÁX 22º

MNE argentina visita Portugal após passar por China e Bruxelas

A ministra dos Negócios Estrangeiros da Argentina inicia no domingo uma viagem de 10 dias pela China, França, Bélgica e Portugal, para aumentar as exportações e investimento na terceira maior economia da América Latina.

MNE argentina visita Portugal após passar por China e Bruxelas
Notícias ao Minuto

06:28 - 24/04/24 por Lusa

País Argentina

Diana Mondino visita a China entre 28 e 30 de abril, acompanhada por uma "grande delegação de empresas de diversos setores exportadores da Argentina", de acordo com um comunicado divulgado na terça-feira.

A diplomata segue para Paris, onde vai participar, entre 02 e 03 de maio, na reunião do Conselho de Ministros da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), na qual poderá ser anunciado o roteiro para a adesão da Argentina ao organismo multilateral.

Mondino vai depois reunir-se com dirigentes da UE em Bruxelas, em 05 e 06 de maio, para tentar avançar nas negociações bilaterais com o bloco europeu, bem como no acordo comercial entre a UE e o Mercosul, do qual a Argentina é um dos países-membros, juntamente com Brasil, Paraguai, Uruguai e Bolívia.

A deslocação de Mondino termina a 07 de maio com uma passagem por Lisboa.

Durante a campanha presidencial, o chefe de Estado argentino, Javier Milei, eleito em dezembro, rejeitou repetidamente a ideia de uma aliança comercial com a China: "Não faço pactos com os comunistas".

Mas, há três semanas, Milei disse à agência de notícias financeira Bloomberg Linea: "se as pessoas quiserem fazer negócios com a China, podem fazê-lo".

A China é o segundo principal parceiro comercial da Argentina, depois do Brasil, representando 24,4% das importações argentinas e 6,6% das exportações, de acordo com os mais recentes dados oficiais.

Leia Também: Milei minimiza crise orçamental universitária mas já se fala de emergência

Recomendados para si

;
Campo obrigatório