Meteorologia

  • 22 MAIO 2024
Tempo
18º
MIN 13º MÁX 22º

PSD/Açores não ficou satisfeito com lista, mas confia na eleição

O presidente do PSD/Açores mostrou-se hoje insatisfeito com o sétimo lugar atribuído ao candidato indicado pela região na lista da Aliança Democrática ao Parlamento Europeu, apesar de estar confiante na eleição, apelando à "mobilização" do eleitorado.

PSD/Açores não ficou satisfeito com lista, mas confia na eleição
Notícias ao Minuto

19:13 - 23/04/24 por Lusa

Política Europeias

"Por razões de prestigio e de consideração pela nossa condição de região que dá condição marítima ao país e à União Europeia e pela qualidade do candidato, podíamos estar ainda melhor posicionados, mas estou convencido e tudo farei e trabalharei para que possamos ter a eleição garantida", afirmou José Manuel Bolieiro aos jornalistas em Ponta Delgada, à margem de uma sessão em que participava enquanto presidente do Governo Regional (PSD/CDS-PP/PPM).

Na segunda-feira, foi revelado que o candidato indicado pelo PSD/Açores, Paulo Nascimento Cabral, vai ocupar o sétimo lugar da lista da Aliança Democrática (AD) ao Parlamento Europeu, que será encabeçada por Sebastião Bugalho.

Hoje, quando questionado, Bolieiro justificou o lugar atribuído a Paulo Nascimento Cabral com "discussões partidárias", recusando entrar em "pormenores". 

"Há cinco anos nas listas do PSD não houve candidatos [dos Açores]. Neste ano, temos. Ficamos, como tinha comprometido, à frente da Madeira. Não posso dizer que estou satisfeito com o lugar, mas porque tem a ver com a importância geoestratégica dos Açores (...) e com a qualidade, valor, saber e experiência do candidato", vincou. 

O líder do PSD/Açores mostrou-se, contudo, "confiante" na eleição de Nascimento Cabral, apesar do lugar atribuído.

"Todos os lugares são possíveis e difíceis, a exceção do número um, pelo menos para os maiores partidos. Para outros partidos, mesmo o número um não é uma garantia. O que é preciso é mobilizar o eleitor para dar um sinal que nas eleições europeias os Açores marcam presença mobilizados", reforçou.

E insistiu: "Estou confiante nessa eleição. Desejo e trabalharei para essa eleição".

Na segunda-feira, o presidente do Conselho Nacional do PSD e líder do Governo da Madeira, Miguel Alburquerque, afirmou que vai votar contra a lista de candidatos da coligação AD ao Parlamento Europeu devido à posição "não elegível" da candidata indicada pela estrutura madeirense, Rubina Leal (nono lugar).

Nas eleições europeias de 2019, o PSD elegeu seis deputados.

As eleições para o Parlamento Europeu estão convocadas para dia 09 de junho.

Leia Também: Representante da Madeira em 9.º? Albuquerque critica "má decisão" do PSD

Recomendados para si

;
Campo obrigatório