Meteorologia

  • 21 MAIO 2024
Tempo
19º
MIN 13º MÁX 20º

IPO do Porto vai criar Conselho Consultivo do Doente

O Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto vai criar "ainda este ano" o Conselho Consultivo do Doente Oncológico, para dar voz aos utentes e contribuir para a literacia em saúde em Portugal, foi hoje anunciado.

IPO do Porto vai criar Conselho Consultivo do Doente
Notícias ao Minuto

12:34 - 17/04/24 por Lusa

País IPO do Porto

nossa preocupação facilitar e promover a capacitação e a participação dos doentes na delineação dos cuidados que oferecemos. Nesse sentido, anunciamos a intenção de criar, ainda durante este ano, o Conselho Consultivo do Doente Oncológico", afirmou o presidente da instituição, Júlio Oliveira.

O anúncio foi feito durante a cerimónia comemorativa dos 50 anos do IPO do Porto, uma sessão presidida pela secretária de Estado da Saúde, Ana Margarida Pinheiro Povo.

"Procuraremos continuar a melhorar a qualidade e oferta dos serviços aos utentes e suas famílias", disse Júlio Oliveira, que antes, em entrevista à agência Lusa, justificou a aposta em figuras como o Conselho Consultivo de Doentes Oncológicos ou o Provedor do Utente com o desejo de constituir "uma instituição cada vez mais humanizada".

"A humanização é algo constante e que não é moda. É uma pedra basilar de tudo aquilo que é feito aqui no IPO do Porto", referiu.

Convicto de que "é necessário e importante que em Portugal se promova literacia para a saúde", o presidente do IPO do Porto lamentou que exista "uma tendência, principalmente no sul da Europa, de se ter uma atitude paternalista em relação ao doente".

"Mas o doente não é, nem pode ser, o coitadinho. O doente é um cidadão que, num determinado momento, teve a infelicidade de sofrer de uma patologia. Este modelo de participação e de maior envolvimento do cidadão nos processos de decisão que afetam a sua vida está mais do que desenvolvido nos países do Norte da Europa", disse à Lusa.

Quanto ao Provedor do Utente, Júlio Oliveira avançou que o IPO do Porto "está em fase de recolha de candidaturas, junto das associações de doentes".

"Entendemos que devemos dar o máximo de voz àquelas que são as necessidades dos doentes e seus familiares (...). Queremos dar alguma institucionalidade àquelas que são reivindicações, opiniões, sugestões, aquilo que é a visão do próprio doente", sintetizou.

Hoje, Júlio Oliveira também anunciou o lançamento das Bolsas de Investigação Dr. José Guimarães do Santos, uma homenagem ao fundador e mentor da cultura organizacional desta instituição.

O valor associado a este projeto é de 250 mil euros.

Leia Também: IPO Porto inaugura espaço de humanização para apoio psicossocial

Recomendados para si

;
Campo obrigatório