Meteorologia

  • 28 MAIO 2024
Tempo
18º
MIN 14º MÁX 28º

PSP detém cinco carteiristas em três dias em Lisboa

A Divisão de Investigação Criminal do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP deteve em Lisboa cinco carteiristas em três dias, entre segunda e quarta-feira, anunciou hoje aquela força policial.

PSP detém cinco carteiristas em três dias em Lisboa
Notícias ao Minuto

11:55 - 13/04/24 por Lusa

País Lisboa

Num comunicado hoje divulgado, o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP precisa que os cinco suspeitos, com idades entre os 20 e os 39 anos, foram presentes no Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa e notificados para julgamentos em dias distintos.

Na segunda-feira, duas mulheres foram detidas na Rua Augusta em Lisboa, depois de terem furtado uma bolsa, com dinheiro e documentos, no total de 315 euros, precisa a PSP.

Recém-chegadas a Lisboa, as mulheres, de 26 e 30 anos, já estavam sob vigilância por suspeita de se terem deslocado a Portugal somente para praticar furtos, tendo sido localizadas a deambular pelos locais mais turísticos da cidade.

O grupo atuava de maneira concertada, selecionando as vítimas, preferencialmente turista, e "furtando-lhes os seus bens astuciosamente".

Na terça-feira à tarde, a PSP deteve mais duas mulheres de 20 e 22 anos de idade, na Praça dos Restauradores por suspeita de furto de uma carteira com dinheiro e documentos, no total de 579,80 euros.

No dia seguinte, de manhã, foi ainda detido um homem de 39 anos, na praça São João da Câmara, por ter furtado a uma turista o seu telemóvel e documentos, no valor de 460 euros, da mochila que a mesma transportava as costas, refere na PSP.

Todos os pertences foram recuperados e entregues aos proprietários.

A Brigada de Investigação Criminal da PSP, que fez as cinco detenções, foi criada em 5 de março de 2018, então designada F3C, e dedica-se ao combate do furto por carteiristas.

Segundo a PSP, esta unidade "tem vindo a restabelecer o sentimento de segurança aos comerciantes e turistas, principalmente na cidade de Lisboa".

Leia Também: Hoje é notícia: PSP não pode demitir agressor; Viola com faca ao pescoço

Recomendados para si

;
Campo obrigatório