Meteorologia

  • 15 ABRIL 2024
Tempo
23º
MIN 13º MÁX 24º

Açores. Lança petição após mãe com enfarte esperar 19h pela Força Aérea

Caso aconteceu nos Açores, onde seis das nove ilhas não têm hospital, têm apenas centro de saúde.

Açores. Lança petição após mãe com enfarte esperar 19h pela Força Aérea
Notícias ao Minuto

14:46 - 28/02/24 por Notícias ao Minuto

País Força Aérea Portuguesa

Uma mulher da ilha de Santa Maria, nos Açores, esperou 19 horas para ser transportada para a ilha de São Miguel, através da Força Aérea, para poder receber tratamento médico urgente, depois de ter tido um segundo enfarte.

De acordo com a filha da utente, Joana Bairos, que criou agora uma petição a pedir um "sistema de evacuações médicas mais eficaz pela Força Aérea Portuguesa na Região Autónoma dos Açores", o arquipélago, constituído por nove ilhas, fica "por vezes, à mercê de apenas uma única tripulação da Força Aérea, o que considera ser ineficaz, quando seis das ilhas não têm hospital, apenas centro de saúde.

"No passado dia 28 de janeiro de 2024, a minha mãe sofreu um segundo enfarte agudo do miocárdio num espaço de um mês e teve de esperar cerca de 19 horas para que a evacuação fosse realizada", começa por contar a jovem enfermeira, acrescentando que "alegadamente isto aconteceu porque após a missão de transporte de um utente no lado oposto do arquipélago (Ilha das Flores), a tripulação excedeu as horas de voo e, por isso, teve de cumprir com as horas de descanso legalmente obrigatórias".

Perante isto e o facto de, neste momento, existirem duas aeronaves nos Açores – o helicóptero Merli e o avião C295 – Joana Bairos apela que haja sempre "mais do que uma tripulação ao serviço/de prevenção para cada um dos seus meios, de modo a que mais nenhum residente nos Açores sofra com as consequências desta angustiante espera" e para que a Força Aérea possa cumprir os seus lemas "onde necessário, quando necessário" e “para que outros vivam".

À SIC Notícias a Força Aérea explicou que quando foi confirmada a necessidade do transporte da doente, a aeronave encontrava-se "em trânsito para as Flores, não se afigurando possível, por razões relacionadas com combustível, divergir para Santa Maria".

A petição, criada esta quarta-feira, 28 de fevereiro, já conta com mais de 300 assinaturas.

Leia Também: Marinha resgata passageiro com crise renal a 811 km dos Açores

Recomendados para si

;
Campo obrigatório