Meteorologia

  • 27 FEVEREIRO 2024
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 14º

Maddie: Há uma "peça quebra-cabeças" nas SMS de Brueckner, diz procurador

Hans Christian Wolters detalhou que Brueckner é o único suspeito do rapto que, na sua ótica, culminou com a morte da menor em solo português.

Maddie: Há uma "peça quebra-cabeças" nas SMS de Brueckner, diz procurador
Notícias ao Minuto

09:42 - 02/11/23 por Notícias ao Minuto

País Maddie McCann

O procurador alemão Hans Christian Wolters revelou que as autoridades encontraram mensagens enviadas pelo principal suspeito no desaparecimento de Madeleine McCann, Christian Brueckner, que poderão ser a “peça do quebra-cabeças”. O responsável apontou ainda acreditar que o homem, atualmente de 46 anos, terá matado a menina em Portugal.

O caso da criança de três anos que desapareceu num complexo balnear na Praia da Luz, no Algarve, em 2007, foi novamente analisado num novo documentário da BBC, intitulado 'Prime Suspect: Who Took Madeleine McCann?'. Em entrevista, Hans Christian Wolters detalhou que Brueckner é o único suspeito do rapto que, na sua ótica, culminou com a morte da menor em solo português.

Wolters adiantou que as autoridades poderão saber onde é que o crime foi cometido, cerca de seis meses depois de terem sido realizadas buscas na barragem do Arade, em Silves, que não surtiram efeitos.

Ainda assim, a grande revelação prendeu-se com a descoberta de mensagens trocadas entre Brueckner e um outro pedófilo, nas quais o suspeito confessou querer sequestrar e matar uma menina, documentar o crime e destruir as provas. Nessa conversa, o homem terá usado as iniciais “MM”, o que as autoridades acreditam poder tratar-se de uma referência a Madeleine McCann.

“Pode ser uma pista. É importante. Poderá ser uma peça para o grande quebra-cabeças”, disse o procurador, no documentário divulgado na segunda-feira.

Sublinhe-se que, no mesmo dia, a Polícia Judiciária (PJ) esclareceu que "foram efetuados contactos presenciais, com os familiares da criança desaparecida, transmitindo-se – apenas – o ponto de situação processual, no âmbito do Inquérito em curso, pendente no Ministério Publico da Comarca de Faro", depois de a BBC ter avançado que a força de segurança tinha endereçado um pedido de desculpas a Kate e Gerry McCann pela sua conduta na investigação inicial.

Importa lembrar que o alemão Christian Brueckner terá vivido no Algarve em certos períodos entre 1995 e 2007, sendo que, segundo o The Guardian, terá vindo pela primeira vez para Portugal numa tentativa de escapar a um alegado caso de abuso sexual de menores.

Na altura do desaparecimento de Madeleine McCann, o suspeito vivia a poucos quilómetros da estância balnear da Praia da Luz. De facto, e segundo registos telefónicos a que as autoridades tiveram acesso, Brueckner estava naquela área no dia em que a menina desapareceu.

O homem está a cumprir uma pena de sete anos de prisão em Kiel, na Alemanha, por ter violado uma turista norte-americana de 72 anos, também na Praia da Luz, em 2005. Foi, também, acusado em outubro do ano passado pela justiça alemã de três crimes de violação e dois de abusos sexuais de crianças em território português, alegadamente cometidos entre 2000 e 2017.

Madeleine McCann desapareceu há 16 anos, depois de ter sido deixada a dormir com os dois irmãos gémeos no complexo onde passava férias com a família, enquanto os pais jantavam com um grupo de amigos num restaurante nas proximidades.

Leia Também: PJ desmente pedido de desculpa aos pais de Madeleine McCann

Recomendados para si

;
Campo obrigatório