Meteorologia

  • 30 MAIO 2024
Tempo
20º
MIN 16º MÁX 30º

Albertina celebrou 104 anos. É a mulher mais velha da Maia

Mulher tem seis filhos e conta também com 10 netos, 15 bisnetos e 10 trinetos. 

Albertina celebrou 104 anos. É a mulher mais velha da Maia
Notícias ao Minuto

20:30 - 03/05/23 por Notícias ao Minuto

País Maia

Albertina Ferreira da Silva, da Maia, completou, esta quarta-feira, 3 de maio, 104 anos.

A mulher, que tem o título de mulher mais velha da Maia, recebeu uma visita do Presidente da Câmara Municipal, António Silva Tiago, que lhe levou um ramo de flores. O momento foi destacado pela própria autarquia.

Em comunicado, a Câmara da Maia explica que Albertina chegou a vender chapéus e gamelas, mas "o peixe foi o seu principal sustento, durante muitos anos".

Albertina, que vive em S. Pedro de Avioso há 65 anos, teve seis filhos e a mais velha tem 80 anos. Além disso, conta também com 10 netos, 15 bisnetos e 10 trinetos. 

"A família já não está completa, há sempre alguém que falta", lamentou Deolinda Maia, filha, citada na mesma nota, ao falar sobre as comemorações.

A filha conta que, quando o pai morreu, há cinco anos, queria levar a mãe para sua casa, contudo, ninguém conseguiu tirar Albertina do seu espaço. Por isso, segundo a autarquia, foi Deolinda quem acabou por deixar o conforto do seu lar para cuidar da mãe.

Albertina teve oito irmãos, três ainda estão vivos - um deles, Artur, que a visitou neste dia, fará 94 anos daqui a um mês. As irmãs têm 92 e 88 anos.

Albertina já não se lembra dos nomes dos irmãos, mas não esquece o nome dos pais. 

"Sentada na sua poltrona gosta de assistir televisão. Gosta de tudo o que tenha música animada. Gosta do Preço Certo. Mas também segue atenta o telejornal e facilmente reconhece o Presidente da República e o primeiro-ministro", destaca a Câmara, que nota ainda que Albertina chegou aos 104 anos "e não toma um único medicamento".

Leia Também: Há 7 bombeiros a recuperar, a maioria por ferimentos em combate a fogos

Recomendados para si

;
Campo obrigatório