Meteorologia

  • 23 JULHO 2024
Tempo
36º
MIN 23º MÁX 38º

Conferência Episcopal revela "profunda consternação" por ataque em Lisboa

A Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) manifestou hoje "profunda consternação" pelo ataque ocorrido no Centro Ismaili de Lisboa e que provocou dois mortos.

Conferência Episcopal revela "profunda consternação" por ataque em Lisboa
Notícias ao Minuto

16:05 - 28/03/23 por Lusa

País Ataque em Lisboa

Em nota de pesar, o episcopado católico português sublinha "a importância que o diálogo entre as diferentes religiões assume na construção da paz e do bem comum de uma sociedade".

"A nossa proximidade orante e solidária dirige-se neste momento às famílias enlutadas e à comunidade ismaelita que sofrem as consequências de um ato chocante", acrescenta o texto da CEP.

O presidente da Comissão Nacional Justiça e Paz (CNJP), organismo da Igreja Católica, Pedro Vaz Patto, lamentou o ataque, afirmando que "não há nenhum motivo para associar este ato à própria comunidade [ismaelita], que se distingue pela sua abertura ao diálogo inter-religioso, pela recusa de qualquer extremismo".

Pedro Vaz Patto, em declarações à agência Ecclesia, mostra-se convicto de que "o que aconteceu terá sido um ato isolado, de uma pessoa que se representa apenas a si própria e que poderia acontecer com qualquer outra comunidade".

O presidente da CNJP manifestou ainda a sua "solidariedade" à comunidade ismaelita e às famílias das vítimas, e desejou que o caso "não ensombre a boa integração desta comunidade na sociedade portuguesa".

O ataque no Centro Ismaili, em Lisboa, fez duas vítimas mortais - duas mulheres que estavam no interior quando um homem entrou com uma faca.

O suspeito - que, segundo fonte policial, é afegão - acabou por ser atingido pela polícia, estando internado no Hospital de São José.

Leia Também: Suspeito de ataque não estava sinalizado. MAI fala num "ato isolado"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório