Meteorologia

  • 14 ABRIL 2024
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 28º

Grupo de orcas ataca e destrói leme de veleiro em Sesimbra

Foi necessário resgatar os tripulantes da embarcação. O momento foi registado num vídeo que pode ver na nossa galeria. 

Notícias ao Minuto

18:09 - 22/02/23 por Marta Amorim

País Orcas

Sete tripulantes de uma embarcação de recreio que navegava ao largo de Sesimbra tiveram de ser resgatados, esta terça-feira, depois de serem 'atacados' por um grupo de cinco orcas. 

O leme ficou danificado e a embarcação ficou à deriva, revela ao Notícias ao Minuto Sidónio Pais, da SeaEO Tours - Sea & Estuary Odyssey. 

O biólogo marinho encontrava-se num passeio com clientes, para observação de golfinhos, quando, pela rádio, recebeu o pedido de ajuda. 

Mas, aquando da chegada à embarcação em apuros, apareceu também o Instituto de Socorros a Náufragos (ISN), que "rapidamente conseguiu ajudar a embarcação", levando o grupo até Sesimbra. 

"Ninguém estava ferido, mas estavam à deriva, com o leme partido", conta Sidónio Pais.

O momento foi registado num vídeo que pode ver na nossa galeria

Em comunicado, a Marinha reitera que "os elementos do veleiro foram resgatados e sem necessidade de assistência médica, tendo sido efetuado, por questões de segurança para a navegação, o reboque para Sesimbra, onde chegaram pelas 19h00". 

O resgate ocorreu a 2 milhas do Cabo Espichel e há apenas registo de danos materiais. 

'Ataque' não é inédito em Portugal

Nos últimos meses, muitos têm sido os relatos de interações com orcas, embora umas mais violentas do que outras. Enquanto biólogo marinho, Sidónio Pais avança que o provável responsável é um grupo de orcas "chamado 'Gladys'".

"Tudo começou com três juvenis e atacam os lemes. Para elas é uma espécie de brincadeira", revela, acrescentando que já não é o único grupo, uma vez que são animais "extremamente inteligentes", e que aprendem entre si. 

Perante uma situação como esta, a AMN e o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) recomendam a todos os navegantes que, em caso de avistamento destes mamíferos, seja desligado o motor, por forma a inibir a rotação da hélice, e imobilizada a porta do leme, desmotivando assim os animais a interagir com as estruturas móveis das embarcações.

Leia Também: Barco de passageiros colide com embarcação de pesca no cais de Olhão

Recomendados para si

;
Campo obrigatório