Meteorologia

  • 02 FEVEREIRO 2023
Tempo
12º
MIN 5º MÁX 13º

Mãe e filho que vivem em praia "recusaram" alojamento temporário

Câmara de Matosinhos emitiu um comunicado onde explica o caso de Amélia e Daniel. "Não cumprem os requisitos necessários à atribuição de uma casa municipal, uma vez que não são residentes no concelho", é adiantado.

Notícias ao Minuto

13:05 - 25/01/23 por Notícias ao Minuto

País Matosinhos

A Câmara Municipal de Matosinhos emitiu, hoje, quarta-feira, um comunicado onde versa sobre a situação de Amélia e Daniel, estão a viver numa tenda na praia do Titan. A autarquia adianta que foi proposta à família "o realojamento temporário num centro de acolhimento social", solução "que recusaram"

No mesmo esclarecimento, a Câmara liderada por Luísa Salgueiro aponta que "a situação da família que está a viver numa tenda na praia de Matosinhos está a ser acompanhada desde setembro pelos serviços da ADEIMA - Associação para o Desenvolvimento Integrado de Matosinhos" e, desde essa altura, Amélia e Daniel recebem "apoio alimentar e de higiene no Lar de Sant’Ana".

A autarquia confirma as informações que foram noticiadas pela comunicação social de que "mãe e filho eram residentes em Vila Nova da Gaia até serem despejados da sua habitação", adiantando que estes "efetuaram um pedido de habitação à Matosinhos Habit, mas não cumprem os requisitos necessários à atribuição de uma casa municipal, uma vez que não são residentes no concelho".

"Em Matosinhos existem regras para a atribuição de casas municipais e uma lista de espera que ultrapassa os 1000 pedidos, sendo que muitos também se encontram em situações precárias e urgentes", pode ler-se. 

A família "em questão efetuou um pedido também à GaiUrb, empresa municipal de Habitação de Vila Nova de Gaia - e está a ser acompanhada pelos serviços da Segurança Social de Gaia", sendo que "não compareceram à primeira reunião agendada com a técnica responsável pelo seu processo", é também frisado. 

Em conclusão, a autarquia vinca que a "ADEIMA vai continuar a acompanhar o caso e a encetar esforços para encontrar um quarto que a família consiga arrendar enquanto aguarda por uma habitação."

De lembrar que Amélia Ferreira tem 66 anos, é reformada, e vive com o filho Daniel, de 41, desempregado, numa tenda na praia do Titan, em Matosinhos. A situação ocorre desde setembro do ano passado, ou seja, há cinco meses, quando foram despejados da casa onde residiam por herdeiros do antigo senhorio, na Afurada, em Vila Nova de Gaia. 

Leia Também: Mãe e filho despejados. Vivem há meses numa tenda em praia de Matosinhos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório