Meteorologia

  • 13 ABRIL 2024
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 29º

Sindicato diz que desinformação só pode ser combatida com maior literacia

O presidente do Sindicato dos Jornalistas (SJ), Luís Filipe Simões, defendeu hoje que a desinformação "só pode ser combatida" com uma população com níveis de literacia elevados.

Sindicato diz que desinformação só pode ser combatida com maior literacia
Notícias ao Minuto

14:12 - 12/10/22 por Lusa

País Jornalismo

"A desinformação só pode ser combatida com uma população com níveis de literacia elevados. Os jornalistas são quem melhor pode compreender o fenómeno e só os professores sabem como se deve levar este tema até às salas de aula", afirmou o dirigente sindical, que falava na sessão de abertura do 2.º Encontro Nacional de Literacia para os Media e Jornalismo, que decorre na Escola Secundária Quinta das Flores, em Coimbra.

Para Luís Filipe Simões, o projeto "Literacia para os Media e Jornalismo" tem permitido "formar cidadãos menos vulneráveis à desinformação", com "mais capacidade crítica e mais preparados para diferenciar o que é importante do que é acessório", mas também "certamente dispostos a pagar por um bem cada vez mais escasso e precioso, que é a informação".

O presidente da direção do SJ realçou que cada "jovem com conhecimentos mediáticos sólidos", que consiga distinguir entre o que é e o que não é jornalismo, "é uma vitória".

"É uma vitória para todos nós, enquanto sociedade", acrescentou.

O dirigente realçou ainda o encontro nacional por ser um momento de troca de experiências e permitir ter "uma noção mais sólida dos caminhos" que terão de ser seguidos.

Para Luís Filipe Simões, a desinformação é "uma das mais sérias ameaças à democracia", contribuindo também para o momento "muito difícil" que o jornalismo vive, com o aumento do preço do papel, a quebra nas vendas e audiências e desinvestimento por parte das empresas do setor.

"Este projeto será uma das formas mais importantes de defender não só o jornalismo como a sociedade", vincou, notando as incoerências dos tempos correntes, em que a desinformação acaba por ganhar mais espaço numa sociedade que nunca teve níveis de escolaridade tão elevados.

O encontro, em formato híbrido -- presencial e 'online' -- destina-se a professores, alunos e jornalistas, debatendo as implicações do fecho das escolas durante a pandemia na formação de Literacia para os Media e partilhando algumas boas práticas adotadas.

A Direção-Geral da Educação organiza o encontro em parceria com o Sindicato de Jornalistas, o Centro Protocolar de Formação Profissional de Jornalistas, a Rede de Bibliotecas Escolares e o Centro de Formação de Associação de Escolas Nova Agora.

Leia Também: OSCE pede à Turquia que reveja projeto legislativo sobre desinformação

Recomendados para si

;
Campo obrigatório