Meteorologia

  • 08 AGOSTO 2022
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 27º

Marcelo disse o que tinha a dizer sobre "desconvite" de Bolsonaro

O presidente da Assembleia da República, Augusto Santos Silva, considera que o chefe de Estado português disse que o tinha a dizer após o Presidente brasileiro o ter desconvidado para um almoço, na segunda-feira, em Brasília.

Marcelo disse o que tinha a dizer sobre "desconvite" de Bolsonaro

Em declarações à agência Lusa, o ex-ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros não se quis alongar sobre este incidente diplomático, mas salientou que Marcelo Rebelo de Sousa discursará perante o Congresso do Brasil, em 08 de setembro, em Brasília, quando este país comemorar o bicentenário da sua independência.

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, fez saber pela comunicação social que não teria o almoço com Marcelo Rebelo de Sousa por o chefe de Estado português se ter encontrado com o ex-Presidente brasileiro Lula da Silva.

"Houve um convite escrito, eu aceitei por escrito. Na medida em que não aparece uma confirmação escrita, isto quer dizer que, de facto, eu vou ficar no programa originário", declarou Marcelo Rebelo de Sousa no domingo sobre o incidente com Bolsonaro, acrescentando: "Não tem drama nenhum".

Augusto Santos Silva defendeu a atuação do chefe de Estado português.

"O professor Marcelo Rebelo de Sousa, nosso Presidente, disse o que tinha a dizer, o que havia a dizer nessa circunstância. Não tenho nada a acrescentar. Eu não me pronuncio retrospetivamente sobre aspetos de pastas que já ocupei. Portanto, não sou um ex-ministro que continua a pronunciar-se sobre os assuntos das pastas que ocupou", justificou.

Do ponto de vista parlamentar, segundo o presidente da Assembleia da República, há "uma excelente relação com o Congresso brasileiro".

"Realizei a minha primeira deslocação oficial ao Brasil, tive a oportunidade de ser recebido pelo presidente do Senado e pelo presidente da Câmara de deputados. E o presidente do Senado deslocou-se pessoalmente a Lisboa para me convidar a participar na sessão solene comemorativa do bicentenário da independência do Brasil no próximo dia 08 de setembro em Brasília", disse.

Augusto Santos Silva frisou que tenciona estar presente nessa sessão.

"Uma sessão que será tão mais importante quanto, também é sabido, idêntico convite foi dirigido ao nosso Presidente da República. E o nosso Presidente da República até está convidado a intervir no Congresso brasileiro. É dessa relação entre parlamentos que trato e nesse plano tenho a dizer que elas são excelentes", acrescentou.

Leia Também: Marcelo antevê período difícil no mundo mas vê esperança no Brasil

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório