Meteorologia

  • 17 AGOSTO 2022
Tempo
26º
MIN 17º MÁX 26º

Mulher vai visitar marido ao hospital e descobre que morreu há dois dias

ERS aponta que é "imperioso" o hospital adotar uma "atuação regulatória infra delineada" de modo a garantir que a informação dos utentes é transmitida em tempo útil à família.

Mulher vai visitar marido ao hospital e descobre que morreu há dois dias
Notícias ao Minuto

09:08 - 28/06/22 por Notícias ao Minuto

País Hospital Beatriz Ângelo

Uma mulher descobriu que o marido tinha morrido há dois dias quando o foi visitar ao Hospital Beatriz Ângelo, onde este estava internado por ser doente oncológico terminal. 

De acordo com a reclamação apresentada pela filha, o progenitor esteve dois dias na morgue da unidade hospitalar sem que ninguém informasse a família do óbito. 

No parecer da Entidade Reguladora da Saúde (ERS) é indicado que, no dia 21 de setembro de 2021, "a esposa do utente ter-se-á dirigido ao referido prestador para fazer uma visita tendo sido informada […] que o marido tinha falecido 2 dias antes, no domingo, dia 19".

Segundo a reclamação apresentada pela filha, a família não foi informada e a situação foi "descoberta de forma casual, abrupta e insensível para com a família”.

Em resposta à reclamação, o hospital referiu que "infelizmente a cadeia de transmissão de informação, relativa à comunicação do óbito à família, não funcionou como é habitual e devido".

O prestador de cuidados de saúde acrescenta ainda que "existiu um lapso nesta transmissão de informação, tendo a respetiva médica assumido que a família havia sido informada pela equipa de apoio ao internamento, imediatamente após a confirmação do óbito, pelo que não o fez”. O hospital lamenta ainda o sucedido. 

A ERS concluiu que "a atuação do prestador não se mostrou consentânea com a proteção dos direitos e interesses dos utentes" e acrescenta que se tona "imperioso a adoção da atuação regulatória infra delineada de modo a assegurar que os procedimentos empregues pelo HBA, se revelam idóneos para garantir o direito do acompanhante ser devidamente informado, em tempo razoável, sobre a situação do doente nas diferentes fases do atendimento". 

Leia Também: Homem abandonou hospital e foi encontrado morto. ERS aponta falhas

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório