Meteorologia

  • 03 FEVEREIRO 2023
Tempo
MIN 5º MÁX 17º

Apreendidos 467 quilos de lagosta por fuga à lota em Peniche

O pescado foi apreendido e transportado para a lota de Peniche a fim de ser sujeito ao regime de primeira venda em lota.

Apreendidos 467 quilos de lagosta por fuga à lota em Peniche

A Unidade de Controlo Costeiro (UCC), através do Subdestacamento de Controlo Costeiro de Peniche, no dia 17 de junho, apreendeu 467 quilos de lagosta castanha (palinurus elephas) por fuga à lota, no porto de pesca de Peniche.

O comunicado da Guarda Nacional Republicana (GNR) revela que no decorrer de uma ação de fiscalização de controlo das descargas de pescado das embarcações da pesca costeira, "os militares da Guarda detetaram um indivíduo que tinha desembarcado e transportado os crustáceos no veículo, os quais não tinham sido sujeitos ao regime de primeira venda de pescado (fuga à lota)", motivo que levou à sua apreensão.

O homem de 41 anos foi identificado, tendo sido elaborado o respetivo auto de contraordenação - punível com coima que pode atingir os 1.500 euros para pessoas singulares.

O pescado foi apreendido e transportado para a lota de Peniche a fim de ser sujeito ao regime de primeira venda em lota, revela ainda a nota. 

A GNR sublinha na missiva que o regime de venda de pescado fresco "prevê que a primeira venda seja, obrigatoriamente, realizada em lota, pelo sistema de leilão".

Este regime, tem por base, a intenção de se manter e preservar um mecanismo regulador de preços neste setor pela concentração da oferta e da procura, garantindo o cumprimento das cotas de captura e visando a sustentabilidade das espécies e pelo controlo higienossanitário do pescado.

Leia Também: Microplásticos podem transportar para oceanos germes que causam doenças

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório