Meteorologia

  • 18 AGOSTO 2022
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 32º

Falta de médicos lança caos na Saúde. Que serviços encerrados (e quando)?

O Notícias ao Minuto fez um levantamento dos serviços com que não poderá contar e em que espaço temporal tal irá ocorrer.

Falta de médicos lança caos na Saúde. Que serviços encerrados (e quando)?
Notícias ao Minuto

18:41 - 14/06/22 por Notícias ao Minuto

País Saúde

A falta de pessoal médico está a provocar constrangimentos no funcionamento dos serviços de saúde e são já vários os que se viram forçados a encerrar temporariamente, um pouco por todo o país. O Notícias ao Minuto fez um levantamento dos serviços com que não poderá contar e em que espaço temporal tal irá ocorrer. 

Começando por Almada, as urgências de Ginecologia/Obstetrícia do Hospital Garcia de Orta (HGO) vão estar encerradas entre as 20h00 de hoje, terça-feira, e as 08h00 de quarta-feira, revelou a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT).

A ARSLVT diz que as grávidas devem "dirigir-se/serão encaminhadas para outras unidades da rede, nomeadamente para o Centro Hospitalar de Setúbal (CHS) e para o Centro Hospitalar Barreiro Montijo (CHBM), assim como para as maternidades da cidade de Lisboa que, no referido período, estarão a funcionar com normalidade".

Também no Santa Maria, em Lisboa haverá problemas. A sala de partos do Hospital estava com as camas totalmente ocupadas cerca das 17h00 de hoje, uma situação que fonte do Centro Hospitalar Lisboa Norte considerou ser "circunstancial" e que acontece várias vezes. Refira-se que este era um dos hospitais que estava a receber grávidas de outros hospitais da região de Lisboa. 

Em Portalegre, as urgências de Obstetrícia fecham entre as 05h00 de quarta-feira e as 08h00 de sexta-feira, segundo disse à agência Lusa fonte da Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA). Apesar do fecho das urgências, o serviço de Obstetrícia "vai estar a funcionar" porque vai estar um obstetra de serviço, afiançou o porta-voz da ULSNA, Ilídio Pinto Cardoso.

O Hospital de Braga garantiu que conseguiu "assegurar o funcionamento da Urgência desta especialidade para a atual semana", à exceção de sexta-feira, dia 17 de junho, e domingo, dia 19 de junho.

Já em Portimão, o serviço de urgência de ginecologia e obstetrícia da Unidade Hospitalar estará encerrado durante quase uma semana, por dificuldade em assegurar escalas, informou o Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA).

Recorde-se que esta segunda-feira, dia 13 de junho, as maternidades dos 13 hospitais/centros hospitalares da região de Lisboa e Vale do Tejo realizaram 58 partos, segundo a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT).

Entre os dias 10 e 13 de junho, período excecional de feriados, foram realizados 250 partos, "o que atesta o funcionamento em rede das unidades do Serviço Nacional de Saúde (SNS)", indicou a ARSLVT.

O que disse Marta Temido? 

Em declarações aos jornalistas, a ministra da Saúde, Marta Temido, anunciou, esta quarta-feira um plano de contingência para o verão “com um funcionamento mais articulado e antecipado e organizado das urgências em rede do Serviço Nacional de Saúde”.

O plano terá "precaução de questões remuneratórias associadas", "apoio a quem está no terreno" e "monitorização dos indicadores de saúde materna".

A ministra reconheceu ainda que o problema do encerramento das urgências de obstetrícia se intensificou nos últimos dias, e que esse não é "um problema de hoje".

De recordar ainda que, na passada sexta-feira, dia 10 de junho, a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo alertou para constrangimentos no funcionamento dos serviços de obstetrícia e ginecologia em vários hospitais na região de Lisboa.

No mesmo dia, foi noticiado o caso de uma grávida que perdeu o bebé alegadamente por falta de obstetras no hospital das Caldas da Rainha, o que levou o Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Oeste a abrir um inquérito e a participar a situação participando à Inspeção-Geral das Atividades em Saúde (IGAS). O Ministério Público instaurou um inquérito.

Leia Também: Contratação de médicos? "Há um concurso a ser aberto esta semana"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório