Meteorologia

  • 05 JULHO 2022
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 32º

Ucrânia. Costa visitou contingente militar português na Roménia

Primeiro-ministro destaca importância do reforço "da postura de dissuasão" para garantir "segurança".

Ucrânia. Costa visitou contingente militar português na Roménia
Notícias ao Minuto

19:12 - 19/05/22 por Notícias ao Minuto

País Rússia/Ucrânia

O primeiro-ministro, António Costa, visitou, esta quinta-feira, juntamente com o seu homólogo romeno e o presidente daquele país, o contingente militar português que, no âmbito da NATO, se encontra no leste da Europa, na sequência da invasão russa à Ucrânia. Costa elogiou o “profissionalismo” das forças portuguesas e reiterou que Portugal estará “sempre ao lado” da Roménia “na defesa” de “uma ordem internacional baseada em regras”. 

“Juntamente com o Presidente da Roménia, Klaus Iohannis, e o primeiro-ministro, Nicolae Ciucă, visitei hoje o contingente nacional português que, na sequência da brutal agressão russa à Ucrânia, participa nas atividades de vigilância reforçada da NATO no flanco Leste da Aliança”, escreveu o primeiro-ministro no Twitter. 

“O reforço da postura de dissuasão e defesa é essencial para garantir a segurança de toda a aliança. Reafirmei aos responsáveis romenos que Portugal estará sempre ao seu lado na defesa dos valores da democracia, da liberdade e de uma ordem internacional baseada em regras”, acrescentou noutra publicação. 

O chefe do Executivo socialista elogiou depois a “interoperabilidade” entre as forças portuguesas e as romenas.

“Como em outras ocasiões em que visitei as forças portuguesas destacadas pelo mundo, pude hoje, mais uma vez, verificar o profissionalismo e a capacidade operacional da Companhia de Atiradores Mecanizada, bem como a excelente integração e interoperabilidade com as forças romenas”, sublinhou.

É de realçar que ontem, António Costa, que tem estado na Roménia, salientou a importância da unidade da NATO para a defesa coletiva das democracias europeias e da presença militar portuguesa na Roménia, sustentando que a defesa e a segurança de Portugal começa no território romeno.

“No momento em que a Rússia tem uma posição belicista, de violação clara do Direito Internacional e com uma grave brutalidade desenvolve uma guerra na Ucrânia, é fundamental reforçar a defesa neste flanco leste da NATO”, notou.

Esta quinta-feira à noite, António Costa parte para a Polónia. O primeiro-ministro deverá visitar Kyiv nos próximos dias.

Leia Também: Costa. Equipamento das Forças Armadas tem calendário de investimento

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório