Meteorologia

  • 22 JANEIRO 2022
Tempo
MIN 5º MÁX 14º

Edição

Morreu homem que disparou contra militares da GNR no Pinhal Novo

Força de segurança garante que tiros disparados pelos militares foram em legítima defesa.

Morreu homem que disparou contra militares da GNR no Pinhal Novo

O homem que disparou contra os militares da GNR, esta terça-feira, no Pinhal Novo, concelho de Palmela, acabou por morrer depois de se colocar em fuga e, posteriormente, ser capturado pelas autoridades.

Num comunicado enviado ao Notícias ao Minuto, a GNR revela que, por volta das 14h30, o suspeito, de 62 anos, que se encontrava escondido num terreno, foi localizado pelos militares, tendo apontado a arma contra os mesmos.

Apesar da "advertência clara e inequívoca para largar a arma", este não terá acatado a ordem, mantendo-se assim como uma ameaça iminente para a vida dos militares.

Neste seguimento, foi necessário, segundo a GNR, recorrer à utilização de arma de fogo, em legítima defesa, tendo os militares atingido o suspeito de forma a neutralizar a ameaça.

O homem ainda foi assistido por elementos da Equipa de Resposta à Crise do INEM, que se encontravam a apoiar a ação da GNR e pelos Bombeiros Voluntários do Pinhal Novo, contudo, acabou por morrer no local.

Na mesma nota, a GNR recorda que tudo começou na manhã de hoje quando os militares dirigiram-se à habitação do suspeito para cumprir um mandado de busca e de apreensão de armas de fogo.

No decorrer desta ação, o suspeito, que residia sozinho na casa em questão, ao detetar a presença da GNR, efetuou disparos, com recurso a uma caçadeira, contra os militares, "sem feridos ou danos a registar, colocando-se de imediato em fuga na posse da arma, para uma zona rural naquela localidade".

"Face à gravidade da situação", sublinha ainda a GNR, foram de imediato mobilizados todos os meios disponíveis do Destacamento Territorial de Palmela tendo, numa primeira fase, sido estabelecido um perímetro de segurança na zona onde se presumia que o suspeito se encontrava escondido.

Em virtude do mesmo se encontrar na posse de uma arma de fogo, foram mobilizados diversos meios do Comando Territorial de Setúbal, bem como da Unidade de Intervenção, nomeadamente o Grupo de Intervenção e Operações Especiais (GIOE), o Grupo de Intervenção e Ordem Pública (GIOP) e o Grupo de Intervenção Cinotécnico (GIC),que realizaram uma operação de batida em busca do suspeito até o encontrarem.

Leia Também: GNR captura homem que disparou contra militares no Pinhal Novo

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório