Meteorologia

  • 22 OUTUBRO 2021
Tempo
20º
MIN 15º MÁX 23º

Edição

Início do ano hidrológico. Portimão deixa conselhos para evitar tragédias

Centro Municipal de Emergência e Proteção Civil de Portimão emitiu um comunicado com efeitos expectáveis a partir do dia 1 de outubro e as medidas preventivas a ter em conta para reduzir o impacto das chuvas.

Início do ano hidrológico. Portimão deixa conselhos para evitar tragédias

O Centro Municipal de Emergência e Proteção Civil de Portimão emitiu um aviso à população relacionado com o início do novo ano hidrológico, a 1 de outubro.

Através de um comunicado, enviado ao Notícias ao Minuto, as autoridades relembram que importa estar preparado para prevenir a precipitação que marca o outono com a adoção de medidas de prevenção e autoproteção.

De forma a mitigar os riscos associados a possíveis episódios de precipitação, que poderá ser intensa, assim como intensificação do vento e agravamento da agitação marítima, a Proteção Civil emitiu um conjunto de medidas expectáveis para os efeitos expectáveis.

Efeitos expectáveis:

- Inundações em zonas urbanas, causadas por acumulação de águas pluviais por obstrução dos sistemas de escoamento, devido ao arrastamento de resíduos sólidos até locais inadequados, como sarjetas, sumidouros e valetas

- Cheias, potenciadas pelo transbordo do leito de alguns cursos de água, rios e ribeiras, provocadas pelo abandono dos resíduos das atividades agrícola, florestal e extração de inertes

- Instabilidade de vertentes, conduzindo a movimentos de massa, como deslizamentos e derrocadas

- Arrastamento para as vias rodoviárias de objetos soltos ou desprendimento de estruturas móveis ou mal colocadas

- Aumento do número de acidentes rodoviários, devido ao piso escorregadio

- Degradação de troços de estradas

Medidas preventivas:

- Cada cidadão deve tomar uma atitude pró-ativa, assegurando a desobstrução dos sistemas de escoamento de águas pluviais dos quintais, varandas, caves e garagens, assim como a limpeza de sarjetas, algerozes e caleiras dos telhados de habitações. É importante também verificar os sistemas de bombagem existentes

- Desobstruir as linhas de água, principalmente, junto a pontes, aquedutos e outros estrangulamentos do escoamento

- Repor coberturas de edifícios em obras

- Recolher resíduos resultantes do corte dos salvados das áreas ardidas localizadas nas margens das linhas de água e de catividades agrícolas e florestais existentes nas margens das linhas de água

- Fazer a regularização de eventuais situações de desmoronamentos das margens das linhas de água

- Inspecionar visualmente os diques ou outros aterros longitudinais às linhas de água

- Proceder à identificação de novos ‘pontos críticos’, como aglomerados populacionais, edificações, vias de comunicação, pontes, pontões, etc

Todas as situações de perigo ou risco devem ser sinalizadas através da linha ‘Proteção 24’ (808 282 112) de forma a envolver os serviços competentes para intervirem no âmbito da prevenção.

Leia Também: Semana arranca com nuvens e acima dos 20ºC. Há regiões perto dos 30ºC

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório