Meteorologia

  • 02 AGOSTO 2021
Tempo
28º
MIN 18º MÁX 28º

Edição

'Rei dos Frangos' quebra o silêncio. Tranquilo? "Completamente"

José António dos Santos foi um dos quatro detidos no âmbito do processo 'Cartão Vermelho'.

'Rei dos Frangos' quebra o silêncio. Tranquilo? "Completamente"

Uma semana depois de ter sido detido no âmbito da Operação 'Cartão Vermelho', em que Luís Filipe Vieira também é outro dos arguidos, José António dos Santos foi interpelado pela SIC à entrada da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo da Lourinhã: "Não posso falar porque estou em segredo de Justiça, não leve a mal".

Questionado como se sente em relação ao processo, o 'Rei dos Frangos' nome pelo qual é conhecido, disse sentir-se "bem". E está tranquilo? "Completamente".

E acrescentou: "Até fiz um elogio à polícia. Publicamente. Fui bem tratado. Não tenho nada a dizer senão isso. De resto, não posso dizer nada".

O empresário José António dos Santos, recorde-se, constituído arguido na referida operação, renunciou na passada quinta-feira ao cargo de 'chairman' da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo da Lourinhã por entender que a "instituição em causa deve ser protegida".

José António dos Santos, conhecido por 'Rei dos Frangos', é fundador do Grupo Valouro-Avibom e maior acionista individual da SAD do Benfica (com 16%). Entre os arguidos do processo estão Luís Filipe Vieira, de 72 anos, que está em prisão domiciliária até à prestação de uma caução de três milhões de euros e proibido de sair do país, Tiago Vieira, filho de Luís Filipe Vieira, e o agente de futebol e advogado Bruno Macedo.

A investigação envolve negócios com prejuízos para o Estado, SAD do clube e Novo Banco. Segundo documentos relativos à investigação do Ministério Público, a que a agência Lusa teve acesso, Vieira terá prejudicado o Novo Banco em cerca de 82 milhões de euros e ter-se-á apropriado de cerca de oito milhões de euros de uma empresa sua - a Imosteps - que vieram mais tarde a ser compensados pelo Fundo de Resolução ao Novo Banco.

Segundo a imprensa, o empresário José António dos Santos e Tiago Vieira são apontados na investigação como cúmplices de Luís Filipe Vieira no esquema montado.  

Leia Também: José António dos Santos deixa presidência do Crédito Agrícola da Lourinhã

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório