Meteorologia

  • 26 SETEMBRO 2021
Tempo
23º
MIN 14º MÁX 24º

Edição

Açores com imunização até "final de julho", afirma secretário regional

O secretário regional da Saúde, Clélio Meneses, está convicto que até "final de julho" todas as ilhas dos Açores atingirão a imunização, tendo sido batido o seu recorde diário de vacinação com 3.214 doses administradas.

Açores com imunização até "final de julho", afirma secretário regional
Notícias ao Minuto

12:54 - 13/06/21 por Lusa

País Covid-19

Clélio Meneses, que falava como convidado de honra, na noite de sábado, na sessão solene do 19.º aniversário da elevação das Lajes a vila, no concelho da Praia da Vitória, na ilha Terceira, reiterou que "o tempo presente é de esperança".

"Já anunciamos que com a imunização de 70 por cento de cada uma das ilhas, com a segunda dose, podemos voltar a uma normalidade na vida, sempre com alguns cuidados, como é óbvio, mas tudo fica diferente, contando-se que até ao final do mês de julho, todas as ilhas dos Açores consigam chegar a esse nível", referiu o secretário regional.

O titular da pasta da Saúde, citado em nota de imprensa, disse que é tempo de gratidão "pela forma responsável como a maioria das pessoas encarou a adversidade e o sofrimento causados pela pandemia", tendo ressalvado que "com mais um esforço, um pequeno esforço, que é imenso junto de tudo o que é a normalidade da vida, será possível ultrapassar o problema".

Desde 31 de dezembro de 2020 e até 04 de junho, foram administradas nos Açores 146.999 doses de vacina contra a covid-19, correspondentes a 92.036 pessoas com 16 ou mais anos com a primeira dose, e 54.963 pessoas com ambas as doses, no âmbito do Plano Regional de Vacinação.

Os Açores registam 315 casos ativos, sendo 313 em São Miguel, um na Terceira e um no Faial.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.797.342 mortos no mundo, resultantes de mais de 175,5 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 17.045 pessoas dos 856.740 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Leia Também: AO MINUTO: Certificado no SNS24; Casos sobem na Rússia e Moscovo preocupa

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório