Meteorologia

  • 22 JUNHO 2021
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 23º

Edição

Hospital de Beja reforça equipas para dar resposta a crianças com vómitos

O hospital de Beja reforçou as suas equipas com médicos e enfermeiros para "dar resposta" às 36 crianças e seis adultos que, até às 20h, deram entrada nas urgências, devido a vómitos, revelaram fontes hospitalares.

Hospital de Beja reforça equipas para dar resposta a crianças com vómitos
Notícias ao Minuto

20:54 - 18/05/21 por Lusa

País Beja

"Reforçámos as equipas e temos uma tenda, que já estava montada, que está a servir de apoio, para as crianças que chegam", disse à agência Lusa fonte da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA).

A mesma fonte explicou que, até às 20:00, tinham dado entrada no Serviço de Urgência do Hospital José Joaquim Fernandes, pertencente à ULSBA, um total de 42 pessoas com "sintomas de vómitos", das quais "36 são crianças e seis são adultos".

"Estamos a dar-lhes medicação para controlar o vómito e a fazer hidratação", explicou a fonte, adiantando que "algumas das crianças já tiveram alta".

A mesma fonte da ULSBA já tinha revelado à Lusa, anteriormente, que mais de 40 pessoas, a maioria crianças, oriundas de diversas escolas do concelho de Beja tinham dado hoje entrada com vómitos, durante a tarde, no Hospital José Joaquim Fernandes.

As crianças e adultos são provenientes "de escolas de Beja e das freguesias de São Matias, Trigaches e Beringel", no mesmo concelho, acrescentou.

Contactado também pela Lusa, o diretor clínico da ULSBA, José Aníbal, disse não poder precisar se o que está em causa "é ou não uma intoxicação alimentar", mas também deu conta da chegada ao hospital de crianças com sintomatologia de vómitos.

"As equipas estão reforçadas, quer com médicos, quer com pessoal de enfermagem, e ainda temos capacidade ter mais um elemento na equipa médica", indicou.

Por isso, frisou, "as equipas foram reforçadas para dar resposta e os pediatras estão a orientar as coisas e tudo vai correr bem".

Contactado pela Lusa, o comandante da Proteção Civil no Alentejo, José Ribeiro, acrescentou que as crianças que deram entrada no hospital de Beja são "alunos do pré-escolar e do 1.º ciclo" de diversas escolas do concelho de Beja.

Leia Também: Suspeita de intoxicação alimentar leva crianças ao hospital em Beja

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório