Meteorologia

  • 16 ABRIL 2021
Tempo
19º
MIN 13º MÁX 23º

Edição

Conselho Europeu. "Todos percebemos que é preciso acelerar a vacinação"

António Costa confirmou a intenção da União Europeia em criar um passaporte de vacinação para facilitar a circulação de pessoas no espaço europeu e disse esperar que se instale, rapidamente, uma fábrica de produção de vacinas em Portugal.

Conselho Europeu. "Todos percebemos que é preciso acelerar a vacinação"

Após mais uma reunião dos membros do Conselho Europeu, o primeiro-ministro revelou que houve "uma troca de impressões muito construtiva" para que haja uma aceleração do processo de vacinação contra o novo coronavírus, na União Europeia.

"[Houve] uma troca de impressões muito construtiva com a presidente da Comissão Europeia, tendo em vista apoiarmos coletivamente o aumento da produção de vacinas e para a agilização dos processos de licenciamento de vacinas por parte da Agência Europeia do Medicamento", adiantou António Costa, em conferência de imprensa.

E acrescentou: "Todos percebemos que para erradicar a pandemia é preciso acelerar a vacinação".

Passaporte vacinação vai ser criado nos "próximos meses"

O chefe do Governo confirmou também que há a intenção de criar "documento verde", ou seja, um passaporte vacinação, que permita a circulação de cidadãos dos Estados-membros no espaço europeu, "sem a necessidade de quarentenas".

António Costa explicou também que este documento será preparado "nos próximos meses", sendo que deverá permitir "atestar, de uma forma não identificada, que uma pessoa está numa das seguintes circunstâncias: ou já esteve infetada com Covid-19, ou está devidamente vacinada, ou realizou um teste que confirma que não está nesse momento contaminada com Covid-19".

"Nós somos a favor de uma medida à escala europeia e é com esse objetivo que enquanto presidência estamos a trabalhar em conjunto com a Comissão. O desejo que todos temos é que até ao verão seja possível que esse documento exista", adiantou ainda o primeiro-ministro sobre a matéria.

Unidade fabril em Paredes de Coura irá produzir vacinas

Em resposta a perguntas dos jornalistas, António Costa referiu que "a AICEP tem vindo a trabalhar, designadamente, com o município de Paredes de Coura, para que possa ser, rapidamente, instalada, em Portugal, uma unidade fabril que terá também capacidade de produção de vacinas".

"Para além disso, está a ser feito o mapeamento, que também está a ser comunicado às instituições europeias, sobre as capacidades diversas da nossa indústria farmacêutica, para que o setor possa colaborar nas diferentes fases de produção de uma vacina", sublinhou.

Os líderes da União Europeia reuniram esta manhã para abordar o combate à pandemia e trocar impressões com o secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO, na sigla em inglês), Jens Stoltenberg, sobre questões de defesa.

Leia Também: AO MINUTO: Espanha mantém-se 'fechada'. Desconfinar em meados de março?

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório