Meteorologia

  • 05 MARçO 2021
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Alexandre foi morto em Londres. 15 anos depois, polícia tem novas pistas

Autoridades pedem ajuda para identificar homem que fez movimentos com cartão de crédito do português.

Alexandre foi morto em Londres. 15 anos depois, polícia tem novas pistas

As autoridades britânicas têm uma nova pista sobre o homicídio de um português, em 2005, em Londres e pedem agora ajuda à população para localizar o suspeito.

De acordo com a BBC, a Polícia Metropolitana de Londres conseguiu imagens de videovigilância de um multibanco, onde se vê um homem a utilizar os cartões de crédito da vítima, Alexandre Marques, entre 18 e 24 de outubro de 2005.

“Apesar de terem passado 15 anos, alguém deve reconhecer esta pessoa. Tenho a certeza de que alguém, no mundo, ao olhar para estas imagens vai reconhecer este homem”, disse à BBC o chefe da força de segurança britânica, acrescentado que este poderá ter sido um crime homofóbico, visto que, o português era “assumidamente homossexual e frequentador de bares gay friendly”.

Recorde-se que o corpo de Alexandre Marques foi encontrado em Luton, a 2 de janeiro de 2006, cerca de dois meses depois de ser visto vivo pela última vez, em Notting Hill, Londres, a 16 de outubro.

Alexandre Marques tinha 61 anos quando foi assassinado. O lisboeta mudou-se para Londres em 1994, onde trabalhava como empregado de mesa.

Na altura, as autoridades detiveram dois suspeitos, mas acabaram por ser libertados por não falta de provas. O caso chegou a ser encerrado, em 2007, mas em janeiro de 2019 foi reaberto.

O objetivo é encontrar agora o homem que aparece nas imagens de videovigilância e concluir se este teve alguma intervenção no assassinato.

Leia Também: Homem detido na Amadora por tentativa de homicídio e tráfico de droga

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório