Meteorologia

  • 29 NOVEMBRO 2021
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

As praxes são “imbecilidades pró-nazis”

Quando questionado, no seu habitual comentário no Jornal da Noite da SIC, sobre a situação em que se encontram as praxes académicas depois do acidente no Meco, Miguel Sousa Tavares afirmou que as praxes são “imbecilidades pró-nazis” e que, no seu tempo, “era uma vergonha ter 30 anos e ainda estar a estudar”.

As praxes são “imbecilidades pró-nazis”

Miguel Sousa Tavares, comentador habitual da SIC, afirmou esta segunda-feira, que é “lamentável olhar para a comissão de praxe e ver alunos com 30 anos ainda a estudar e a gastar o dinheiro dos contribuintes”.

“No meu tempo era uma vergonha. [Estes alunos] são uns mandriões”, sublinhou.

Para o comentador, as praxes são “imbecilidades pró-nazis que integram valores de degradação humana e abuso sexual, que não são os valores que queremos para o País”.

Na opinião do escritor, “é lastimável uma pessoa ir para a faculdade e ter que passar por isso e é ainda mais lastimável que ainda não se tenha ouvido uma palavra da parte das autoridades académicas”.

“Claro que os estudantes dizem que ‘não é de proibir’ mas, havendo crime, e quer se identifiquem os autores ou não, a comissão de praxe devia ser toda arguida”, afirmou o comentador.

Miguel Sousa Tavares concluiu com a ideia de que, “se esta é a vocação destes alunos, as universidades podem muito bem dispensá-los”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório